felicidade
julhobranco
meiaidade
    
        
                                      
                   
29/07/2016
  • Assuntos diversos

A vida é simples…

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Estava aqui pensando no seguinte: como a vida é simples, mas as pessoas conseguem complicá-la. Por que estou dizendo isso? Por mais que as pessoas saibam que nada é por acaso, elas sempre colocam dificuldades em tudo.

Eu sou extremamente ansiosa e costumava ficar pensando demais no futuro. Sabe de uma coisa? Resolvi mudar isso! Ultimamente, estou vivendo sem me preocupar com o que pode acontecer lá na frente. Resolvi pensar que “o amanhã a Deus pertence” e isso está fazendo a diferença na minha vida! É claro que não vou cometer besteiras  aleatoriamente (mas a gente faz muitas de vez em quando porque ninguém é perfeito). É um pensamento de viver o hoje intensamente!

felicidade

Viver o hoje é muito importante. Temos que saber o que nos faz bem hoje. Outro dia, estava conversando com uma senhora que trabalha comigo e ela me disse que um rapaz, filho de uma amiga dela, tinha falecido esta semana e ele que não tinha realizado o seu maior sonho por falta de oportunidades. Pensei muito sobre isso e cheguei às seguintes perguntas: “o que são essas oportunidades e por que elas atrapalham tanto os nossos sonhos?”. Quando teremos uma oportunidade de sermos felizes?

Muitas vezes, deixamos os nossos sonhos de lado porque alguma coisa que consideramos importante atrapalhou o nosso planejamento. Será que essa coisa era realmente importante? Estava na hora de adiar o sonho ou ele poderia ter sido realizado naquele momento?

Por isso, coloquei na minha cabeça que temos que viver o hoje com responsabilidade. A responsabilidade é tentar não fazer besteiras que nos prejudiquem lá na frente. Viver o hoje é fazer tudo aquilo que temos vontade como viajar, passear, fazer um curso, namorar, etc. É claro que temos de analisar tudo para que não nos prejudiquemos lá na frente como ficar endividados(as), contrair uma doença ou, até mesmo, sermos presos(as).

A vida tem que ser vivida intensamente! Nada de mimimi para deixar um sonho para lá. Analise se o seu sonho é possível e corra atrás dele. Seja feliz hoje e não em uma oportunidade distante!

Beijinhos

                   
                                         
                   
28/07/2016
  • Maternidade

Julho Branco

No dia 02 de julho, a Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) lançou oficialmente uma campanha permanente de prevenção e combate ao álcool e às drogas na infância e adolescência. Batizada de “Julho Branco”, tem o slogan “Com consciência, sem drogas”. A jornalista Izilda Alves, que coordena há doze anos a Campanha Jovem Pan Pela Vida, Contra as Drogas, é embaixadora da iniciativa da SPSP.

Segundo Claudio Barsanti, presidente da Sociedade de Pediatria, a campanha é uma das prioridades da Diretoria da SPSP, devido à gravidade do problema hoje. “Quando nos aprofundamos nos números e na alta incidência, percebemos o quanto esse quadro é preocupante. Se o pediatra estiver bem informado e atento a esta realidade, será possível diagnosticar com mais efetividade e adotar condutas dirigidas”.

A SPSP tem a visão de que o combate eficaz ao consumo de drogas (lícitas ou não) passa obrigatoriamente pelos consultórios dos especialistas. Com o preparo adequado do pediatra, almeja-se instituir um aconselhamento obrigatório sobre o tema, ou seja, um tempo específico da consulta voltado à abordagem da questão, favorecendo a intervenção preventiva e até curativa dos usuários.

Para Izilda Alves, a campanha Julho Branco reforça sua certeza de que a melhor conduta é a prevenção em casos de álcool e drogas. “Devido à relação mais estreita com os pais, o pediatra precisa saber lidar com essa realidade. Sinto-me honrada em fazer parte disto, especialmente, porque é a primeira vez que vejo uma sociedade de especialidade médica envolvida com tamanha abnegação na luta contra esta epidemia grave”.

“É uma luta contínua que deve ser realizada dia-a-dia, em todos os ambientes de convívio dos jovens e familiares”, completa a Dra. Lilian dos Santos Rodrigues Sadeck, 1º vice-presidente da SPSP.

julhobranco

Aconselhamento sobre drogas em pediatria

Para João Paulo Lotufo, coordenador do Grupo de Trabalho do Combate ao uso de Drogas por Crianças e Adolescentes da SPSP, o pediatra, por ser um profissional da linha de frente, deve, obrigatoriamente, ter bom preparo, um plano de atendimento, uma pesquisa sobre a situação familiar, para, então, levantar uma discussão saudável, informativa e resolutiva.

Dados preocupantes

Devido à iniciação cada vez mais precoce da juventude no universo das drogas, o especialista se depara com um cenário que ainda está longe de seu domínio. Em questionário respondido durante Congresso de pediatras e pneumologistas pediátricos, em 2007, notou-se grande desconhecimento dos médicos sobre a questão, incluindo o tratamento do tabagismo. “Nosso objetivo é que as entidades médicas e hospitalares unam forças por esta causa, que é aproveitar alguns minutos das consultas para transmitir às famílias noções sobre o problema das drogas”.

Segundo estudo-piloto realizado no Hospital Universitário da USP, na capital paulista, entre os pacientes, o uso do álcool no consumo familiar é bastante elevado (43,5%), seguido pelo tabaco (34,5%), maconha (27,5%) e crack (11,5%).

“Reduzir o consumo é imperioso. Precisamos inovar até em como fazer o melhor aconselhamento sobre drogas”, comenta Lotufo.

Por isso, é muito importante vigiarmos as nossas crianças e adolescentes de perto para que não caiam nesse mundo sem volta!

Beijinhos

                   
                                         
                   
27/07/2016
  • Vida Saudável

Prevenindo a crise na meia idade

Como a depressão é uma doença que vive em franca expansão todos os anos, alguns estudos foram feitos a respeito desse transtorno para descobrir qual é a idade em que nós somos mais suscetíveis a sofrer desse terrível mal.

Surpreendendo muitas de nós, a faixa etária que mais apresenta risco de sofrer com a depressão é a de 40 anos. Além disso, outra noticia que talvez não surpreenda tanto é que a depressão também costuma acometer mais as mulheres do que os homens.

Sendo assim, meninas, hoje, nós vamos ver algumas maneiras de prevenir a depressão na meia idade. Continue lendo!

Como prevenir a depressão na meia idade

Você Sabia que A Crise na Meia Idade é comum entre as Brasileiras?

Você sabia que a crise na meia idade é comum entre as brasileiras?

Uma das maneiras de prevenir a depressão na meia idade é cuidando da sua saúde. É importante dizer que devem ser cuidadas todas as áreas da sua vida para que você tanto uma saúde física muito boa como também uma saúde mental “de ferro”.

Para isso, nós vamos “dividir” a nossa estratégia de prevenção em alguns tópicos. Serão basicamente a sua saúde física, a sua saúde mental e a sua saúde emocional.

Sua saúde física

saude-fisica

Cuidar de sua saúde física é o primeiro passo para a prevenção!

Esta é a parte que todas de nós talvez tenhamos mais contato. Nesta parte, são necessárias algumas medidas para que você mantenha a saúde no geral como, até mesmo, estética que a agrade e a faça bem.

Para cuidar da sua saúde física, você deve, invariavelmente, fazer exercícios físicos frequentemente (dependendo do seu gosto e, até, do seu tempo; 3 vezes por semana já é o suficiente) e também é claro, fazer uma dieta que consiga auxiliar você a ter um bom humor e, até mesmo, uma boa qualidade de vida.

Não há a necessidade de ser extremista e também não há a menor necessidade de cortar tudo aquilo que você ama comer. Use, nessa fase, um equilíbrio saudável e lembre-se de que, tanto os exercícios como, até mesmo, aquele chocolate no fim da tarde, pode ajudar você a ter uma vida mais feliz e livre da depressão na meia idade.

Sua saúde mental

saude-mental

2 passos para cuidar da sua saúde mental

Esta parte, basicamente, diz respeito a como você cuida de todo o seu interior. É muito importante ressaltar aqui que a disciplina e o foco são fundamentais para que você consiga ter uma saúde mental de ferro.

Um exercício muito importante para a mente é a reflexão. Além deste, ainda existem várias outras atividades diárias que podem fazer a sua saúde mental. Deve-se permanecer em dia, até mesmo, quando você atingir a velhice.

A leitura, exercícios físicos e, até mesmo, a reflexão fazem uma importante diferença. É claro! Não dá para desvencilhar o físico do mental, portanto, meninas, não negligenciem nenhum dos dois lados.

Sua saúde emocional

3 passos para cuidar de sua saúde emocional corretamente

Esta é uma parte de que poucas pessoas falam e tocam. A sua saúde emocional diz respeito a como você se sente durante todo esse tempo e durante o seu dia. É importante levar em conta sempre os seus sentimentos e os reais desejos e anseios na vida.

A maior correlação que existe na depressão na meia idade é que boa parte das pessoas que chegam nessa idade acreditam que tiveram uma vida vazia ou uma vida com poucos prazeres. Basicamente, a pessoa passa a acreditar que não viveu intensamente ou não teve as experiências de que gostaria.

Nesta parte, é importante ouvir seu coração e é profundamente importante que você passe a refletir a respeito de tudo aquilo que você sente. Nesta parte, também existe o mais importante disso tudo: caso você sinta a necessidade de uma grande mudança, simplesmente, aja em prol do seu bem estar!

É preciso ressaltar que a depressão na meia idade está relacionada a baixos níveis de serotonina e cada um desses aspectos citados são importantíssimos para ajudar nesse aspecto da sua saúde.

                   
                                         
                   
26/07/2016
  • Passeando

Novas taxas de embarque em Cumbica e Viracopos

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

A partir de agosto deste ano, embarcar nos principais aeroportos internacionais de São Paulo ficará mais caro. A taxa de embarque para os terminais de Viracopos e Guarulhos sofrerão reajuste a partir do próximo mês. O aumento, previsto nos contratos de concessão, se refere à taxa repassada pelas companhias aos consumidores, porém, ao contrário do que muitos imaginam, essa taxa pode ser ressarcida, caso o consumidor não embarque e não utilize as instalações do aeroporto.

Taxa reajustada de acordo com a inflação

Reajustado de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o aumento teve como base a inflação acumulada no período de 2015 e 2016. A medida, adotada gradativamente nos aeroportos privatizados do país, segue os critérios firmados nos contratos de concessão. Os novos valores vigentes para o embarque nos terminais de Guarulhos e Viracopos devem afetar milhões de usuários: somente no último ano, esses aeroportos receberam mais de 48 milhões de pessoas e estão entre os seis terminais aéreos mais movimentados do Brasil.

Guarulhos, a principal porta de entrada do país, teve sua taxa de embarque reajustada em aproximadamente 9,5% enquanto o aeroporto de Campinas sofreu acréscimo de quase 8%, tanto para voos nacionais quanto internacionais.

Agora, o passageiro que embarcar em Guarulhos deverá arcar com a taxa de até R$28,63 para destinos domésticos e até R$110,78 para viagens ao exterior. Já em Viracopos, o valor é corresponde à R$27,67 para viagens nacionais e R$109,05 para internacionais. A taxa, variável de acordo com o terminal, pode ser reembolsada quando há desistência ou cancelamento de voo, neste caso, a medida desobriga a cobrança ao passageiro que não embarcar.

O que muda para o passageiro

No último mês, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) enviou um comunicado às companhias aéreas reiterando o direito dos passageiros de terem a taxa de embarque integralmente restituída em caso de desistência do voo. Com a medida, a associação pretende facilitar o reembolso propondo facilidades para que essa devolução ocorra, inclusive, estabelecendo um prazo para tal. Veja quais foram as mudanças:

  • Antes: Não havia obrigatoriedade de prazo para a restituição e ela poderia ser feita apenas em dinheiro ou, caso a passagem tenha sido comprada em cartão de crédito, de acordo com as determinações da operadora do cartão.
  • Depois: A partir de agora, as companhias são obrigadas a resolver a questão em 30 dias a partir da solicitação do cliente. Uma nova modalidade oferecida por essa resolução é, inclusive, a opção de conversão em créditos nos programas de fidelidade das companhias e outras vantagens.
  • Independente: O direito é válido para os passageiros que compraram bilhetes para voos domésticos e internacionais com origem no Brasil. Se a passagem aérea for financiada no cartão de crédito e possui parcelas a vencer, o reembolso obedecerá às regras da administradora do cartão.

É importante ressaltar que a empresa aérea não é obrigada a reembolsar a tarifa caso o passageiro tenha interrompido sua viagem no aeroporto de conexão nos casos onde o voo não é direto, afinal, refere-se somente ao usuário que não efetue nenhum embarque; a taxa não pode compor eventuais multas no momento de cancelamento de voo pelo passageiro. Esse valor é pago a fim de remunerar os serviços, instalações e outras facilidades disponibilizadas pelas concessionárias aeroportuárias.

Aeroporto de Cumbica

Aeroporto de Cumbica

Reembolso pode ser feito em milhas aéreas

Uma das novas alternativas oferecidas pela resolução do reembolso da taxa de embarque é a conversão dos valores em milhas aéreas aos associados dos programas de fidelidade das companhias. As novas regras preveem que, para tal procedimento, deve haver um acordo entre a prestadora e o cliente fidelizado.

Na opinião do especialista Francisco Lobo, a medida é extremamente benéfica: “A conversão pode ser vantajosa tanto para o passageiro quanto para a companhia aérea”. Para o diretor da Cash Milhas, “em muitos casos, o valor a ser resgatado é relativamente baixo e pode não ser tão interessante ao consumidor quanto a facilidade do acúmulo de milhas. Tornar a passagem mais acessível através desse benefício ajuda o consumidor a programar uma nova viagem e beneficia a companhia, pois esse cliente terá que fazer uso desses pontos em algum momento”.

Vale lembrar que, se o direito do usuário não for atendido, ele poderá encaminhar a demanda à ANAC, aos órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário. Cabe à agência da aviação analisar caso a caso e autuar a companhia, se a irregularidade for comprovada.  Abaixo, seguem algumas informações sobre como recorrer aos órgãos:

  • ANAC: telefone 163 (funciona 24 horas por dia 7 dias por semana) e também o canal de comunicação na internet, Fale com a ANAC;
  • Núcleos Regionais de Aviação Civil (NURAC): localizados nos principais aeroportos do país, também atendem a essas reclamações.

A abertura do procedimento administrativo não prejudica ou impede o passageiro de buscar eventuais indenizações por danos morais ou materiais que ocorreram em consequência do descumprimento do contrato de transporte aéreo perante os órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário, uma vez que a ANAC, como agência reguladora, pode punir apenas de forma administrativa com aplicação de multas.

É sempre bom estarmos atentos a todas as mudanças antes de viajarmos para não termos nenhuma surpresa desagradável durante o passeio.

Um grande beijo para vocês!

                   
                                         
                   
25/07/2016
  • Casa

Decore seus ambientes gastando pouco

Meninas, para decorar seus ambientes gastando pouco, tudo que você precisa é saber o que e onde comprar para transformar toda aquela sua sonhada “modificação” no seu ambiente virar realidade.

Para ajudar você a conseguir essa façanha, hoje, nós vamos abordar algumas dicas fundamentais para que você consiga sem muitos problemas atingir o resultado que você procura.

Gostou da ideia? Continue lendo!

Compre cortinas novas

Cortina_Veneza

Cortinas Veneza embelezam todas as salas

Cortinas sempre dão novos ares a qualquer ambiente. Seja na sala ou nos quartos, as cortinas desempenham um importante papel na hora de você apresentar sua casa como um lugar aconchegante ou moderno.

Além do mais, as cortinas não costumam ser tão caras e, com certeza, podem caber no seu bolso sem você precisar fazer muito “esforço” no seu orçamento.

Para você decorar seus ambientes gastando pouco, a escolha de uma cortina bonita e em conta pode ser uma das suas melhores opções!

Compre bibelôs

sala-bibelos

Bibelôs enfeitam qualquer ambiente

Meninas, caso vocês não saibam, bibelôs são aquelas pequenas peças decorativas que nós compramos para enfeitar as nossas mesinhas. Um exemplo disso são aqueles famosos pinguins de cozinha que fizeram muito sucesso na casa de muitas mulheres.

Sendo assim, sempre procure alguns bibelôs interessantes para você colocar em sua casa. O mais interessante é que eles podem dar uma mudança considerável no ambiente da sua casa por um preço baixíssimo.

Existem peças que custam R$ 39,90 e, com certeza, podem dar aquele charme especial na sua casa. Além de toda a facilidade e praticidade, alguns bibelôs são uma espécie de colecionáveis (como os pinguins de cozinha), o que pode fazer dessas pequenas peças uma importante composição de decoração da sua casa.

Caso você opte pelos bibelôs e decore seus ambientes gastando pouco, tenha certeza que você não irá se arrepender!

Invista em peças de parede

decoração-paredes

Decorações simples nas paredes fazem muita diferença

Peças de parede sempre fazem um sucesso tremendo! Elas ajudam a mudar a cara do ambiente em questão de minutos.

Sendo assim, procure por peças como espelhos decorativos, prateleiras, quadros, pôsteres, qualquer coisa que a interesse e a inspire no dia-a-dia para que você decore seus ambientes gastando pouco. Boa parte dessas peças não costumam ter um valor muito alto e, com certeza, vão transformar sua casa em um lugar muito mais despojado e, até mesmo, moderno.

O interessante de peças de parede é que elas podem também mudar de cômodos, caso você acabe enjoando ou encontre um melhor lugar para você colocá-las. Outro “bônus” das peças de parede, como prateleiras, é que, além de decorar o ambiente, elas ajudam você a ganhar um espaço e alguns pontinhos com a sua organização, o que fazem essas peças terem uma incrível funcionalidade.

Gaste pouco

Para você decorar seus ambientes gastando pouco, é preciso, mais do que tudo, saber achar as lojas que tenham preços baixos e, é claro, lojas que também sejam confiáveis para você poder comprar. Quando procuramos essas peças em lojas especializadas no ramo de decoração, normalmente, nos deparamos com altos preços, o que, certamente, pode fazer a gente pensar duas vezes antes de começar a nossa empreitada.

Para evitar esse problema dos altos preços, o site do mercado Extra é confiável e costuma ter várias peças com valores incríveis. Você vai se surpreender com as opções e, até mesmo, com os valores.

Depois dessas dicas para que você decore seus ambientes gastando pouco, tudo que você precisa fazer é colocar a mão na massa e fazer aquelas comprinhas!

                   
                                         
                   
22/07/2016
  • Casa

Como lavar peças da moda?

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

O inverno veio com tudo neste ano e, com ele, os tecidos e peças mais bonitos da estação saíram dos guarda-roupas e das vitrines e estão nas ruas, tornando o dia a dia mais bonito. Veludo molhado e suede são a novidade da estação. Os tradicionais couro, lã e cashmere não podem faltar para aquecer quem ama moda nos dias mais frios. Falando em tendência, a alfaiataria veio com tudo nesta estação e os trench coats, sobretudos e as capas reinam absolutos.

Você, sem dúvida, quer cuidar bem de suas roupas. Sabe, porém, como fazê-lo? “É necessário entender que, para cada um dos tecidos e peças citados, há um tratamento adequado a se tomar na hora de lavar, secar, passar e guardar a roupa. A temperatura da água, o produto químico utilizado na hora de lavar, o método de secagem, a temperatura do ferro e a forma de guardar influenciam na durabilidade da peça e podem causar manchas, deformação e até inutilizá-la permanentemente. Por isso, é imprescindível que se conheça cada detalhe das roupas”, alerta Alaor Chiodin, diretor da Lavanderia Wash, que, há mais de 40 anos, cuida de roupas finas.

Veja abaixo como cuidar de algumas peças:

Preparation for washing, viewed from inside the washer

Lavando roupas de maneira correta

Veludo molhado e suede

O veludo molhado (ou veludo alemão) é um tecido com brilho e extremamente delicado. Não deve ser lavado na máquina comum, em casa, porque o atrito quebra suas fibras e ele marca completamente. Também não deve ser torcido, pelo mesmo problema. É um tecido que mancha facilmente, tanto com resíduos de sujeira, como alimentos e bebidas, quanto pelo uso incorreto de sabão em pó. “Por isso, o ideal é observar a etiqueta de lavagem e limpá-lo a seco. Vale lembrar que limpeza a seco é realizada com solvente, sem água, por lavanderias especializadas”, explica Chiodin. O mesmo vale para o suede. “Esse delicado tecido mancha até com desodorante. É dificílimo de ser limpo e jamais pode receber o contato com a água. Somente a limpeza a seco o deixa como novo”, alerta.

Na hora de guardar, é importante que as peças sejam protegidas por capa de TNT ou simplesmente penduradas do lado avesso.

Couro

O couro é uma peça viva e precisa de respirar. “Tire suas peças de couro do armário para arejar e nunca as guarde imediatamente após o uso. Deixe-as penduradas de um dia para o outro, à sombra, em lugar ventilado. Depois, pendure-as em cabide largo e proteja-as com capa de TNT. É importante lavá-las apenas em lavanderia especializada em couro, periodicamente, para que durem muitos anos. Nunca as molhe em casa porque elas apodrecerão”, ensina.

Lã e cashmere

O grande problema dessas peças não é o método de lavar, mas sim a forma como devem ser secas. A lã e a cashmere deformam. A água pesa nas fibras e estica a peça. Além disso, elas não podem ser lavadas na máquina comum e nem centrifugadas. Precisam secar na horizontal e não devem ser colocadas na máquina de secar porque encolhem. São muitos detalhes que, se não forem observados, estragam a peça após o primeiro uso.

Peças de alfaiataria, trench coats, sobretudos e capas

Mais uma vez, o problema é a deformação. “Quem compra uma peça de alfaiataria busca o corte perfeito, o caimento adequado e se espanta após lavá-la e secá-la de qualquer maneira e ela perder toda a sua elegância. É o erro de colocar na máquina caseira porque o atrito entorta a peça e a deforma, ou pendurar de maneira errada”, diz o profissional. Além disso, ele alerta para o ferro desregulado. “O ferro comum causa brilho na peça, o que a estraga permanentemente. É muito deselegante usar um blazer ou uma calça com brilho nas costuras proveniente do ferro de passar. Nas lavanderias, isso não acontece porque o ferro é especial e regulado na temperatura correta”, diz.

Trench coats, sobretudos e capas passam pelo mesmo problema com o agravante que não secam direito pelo tamanho maior das peças ou não são passadas adequadamente pelo mesmo problema. “O ideal é passá-las na mesa, se for o caso de fazê-lo em casa, observando o cuidado com as mangas para não marcá-las”, aconselha.

Guardando essas peças no closet

Na hora de guardar, cuidado com a luz! Os closets estão cada vez mais iluminados, seja por luzes artificiais, seja pela iluminação natural. Por não terem portas, eles permitem que as roupas recebam a iluminação diretamente o tempo todo. Essa luz desbota e mancha as roupas guardadas, mais precisamente o lado que está exposto à iluminação. “Temos recebido muitas peças manchadas apenas de um lado e não temos o que fazer com elas. Basta uma estação – poucos meses – para que o estrago seja feito, tanto em peças de tecido quanto no couro”, conta Alaor Chiodin.

Por isso, ele aconselha a proteger as peças de pouco uso com capas de TNT e virá-las no closet sempre que possível. “Também é aconselhável manter o ambiente escuro sempre que possível”, ensina.

Acredito que todo mundo peca na hora de lavar, secar e guardar as roupas. Temos sempre que estar atento às informações da etiqueta das roupas para poder conservá-las sempre como novas.

Beijinhos