É muito importante saber quais alimentos fazem bem à gestante
raiva
SAMSUNG CAMERA PICTURES
    
        
                                      
                   
30/06/2016
  • Maternidade

Dicas de dietas saudáveis para gestantes

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, estou apresentando para vocês a nossa nova colunista: Elizabeth Johnson. A Elizabeth é colunista do site G1 Moda, é apaixonada por moda, viagens e natureza. Ela vai escrever aqui no blog uma vez por semana sobre diversos assuntos.

Seja bem-vinda, Elizabeth!

Durante a gestação, sabemos o quanto é importante uma boa alimentação, pois um ser lindo e em estado de formação está dependendo de você para ser saudável. Então, nada mais importante do que se alimentar adequadamente para nutrir o bebê e fazer a preparação do seu organismo para uma etapa grandiosa que vem pela frente. Muitos desafios estão por vir agora que o pequeno está aí se formando. Terá que enfrentar uma atividade intensa quando o recém-nascido chegar, suportando poucas horas de sono. Sua mente e seu corpo precisam estar preparados para toda a maratona que virá. Sua energia estará concentrada no bebê e precisará repor sempre, mas principalmente, começando agora que ele ainda nem veio ao mundo.

Mantenha uma dieta equilibrada e com diversidades de alimentos nutritivos e ricos em vitaminas. A recomendação diária na alimentação de uma gestante é de 50 a 60% das calorias em forma de carboidrato, 20% em proteínas e de 25 a 35% em gorduras. Esses cálculos são aproximados e não se pede que a gestante fique contando calorias diárias. O importante é se alimentar direito, ingerir fibras, proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais e tudo que for nutritivo para você e o bebê. Utilize o bom senso na hora de se alimentar, evitando as gorduras ruins que, consequentemente, trará um ganho de peso para você e não é nada saudável para o bebê. Veja algumas dicas saudáveis que você poderá colocar em prática em cada semestre da gestação.

É muito importante saber quais alimentos fazem bem à gestante

É muito importante saber quais alimentos fazem bem à gestante

Alimentação saudável em cada semestre

  •  – Primeiro trimestre: Ácido fólico e ferro

Este é o período inicial das transformações em seu corpo. Elas são poucas, mas o indicador maior de HCG (hormônio gonadotrofina coriônica humana – teste do hormônio da gravidez) está ali contando que tudo está começando a mudar e, internamente, as alterações acontecem a partir de agora. Haverá um aumento da pressão sanguínea e exigirá de você uma dieta com maior presença de líquidos para hidratar o corpo, ácido fólico e ferro no auxílio da formação completa do bebê. O ácido fólico você poderá encontrar nas folhas verdes-escuras como espinafre, brócolis, couve, escarola, nas frutas cítricas, nas leguminosas e nas castanhas. Geralmente, é dado pelo seu médico em forma de comprimido para ser ingerido diariamente.

  •  – Segundo trimestre: hora de comer melhor

Nesta fase, você estará com muita energia, sem tantos desconfortos do início e com o paladar bem mais apurado. Aqui, a necessidade de uma ingestão de calorias aumenta, a de cálcio e ferro também. Faça refeições saudáveis. Coma, no máximo, 5 frutas por dia, pães integrais, alimentos ricos em fibras, opções de proteínas como leite, ovos, iogurtes e queijo. Uma opção de vitamina B6 é a banana, muito nutritiva e saborosa. Hidrate-se muito nesse período, pois é importante para o bebê e para você, ajudando na prevenção de sintomas como prisão de ventre, ondas de calor e tonturas. As vontades incontroláveis de comer algum alimento diferente é bem normal nessa fase.

  • – Terceiro trimestre: vitaminas e nutrientes para um parto tranquilo

Hora dos desconfortos ocasionados pelo final da gestação. Poderá sentir uma vontade louca de comer, mas se sentirá satisfeita rapidamente. Coma pouco dividindo as refeições durante o dia. Dê atenção à ingestão de ferro e cálcio nessa fase. Sua energia começa a ficar menor, pois o bebê está consumindo todas as reservas. Coma mais carne vermelha, peixes, aves que contém ferro e bebidas como suco natural de laranja, vitamina C, que potencializam a sua absorção. Mantenha o corpo hidratado constantemente porque irá a ajudar a controlar os terríveis inchaços do final deste trimestre. Uma dieta nutritiva é essencial nessa fase. Inclua carboidratos não refinados como pães integrais, macarrão, cereais, arroz para o corpo gerar a energia que tanto precisa para a hora do parto que está chegando.

Quais alimentos devo evitar durante a gravidez?

  • – As carnes, salsichas, ovos e frutos do mar sempre devem estar bem cozidos e ingeridos com moderação. Cozinhando bem a carne, você evitará uma infecção chamada de toxoplasmose que pode causar má-formação no feto no primeiro trimestre da gestação.
  • – Não coma nada feito com leite pasteurizado como patês e queijos moles. Por ser gestante, você está muito mais aberta a contrair bactérias como a Listeria monocytogenes.
  • – Não coma derivados de leite não pasteurizados e ovos crus. Sempre mantenha tudo refrigerado para evitar a salmonela.
  • – Não faça uso de remédios para emagrecer como a sibutramina de forma alguma, como mostra o portal FimPRO.
  • – Beba moderadamente cafeína e álcool. Os refrigerantes à base de cola e de chocolate possuem uma porcentagem de cafeína. Tome cuidado ao consumir em excesso.

Agora que você já sabe quais são os alimentos para uma dieta saudável e os que deve evitar para não ter problemas com a saúde do bebê e a sua, você poderá colocar em prática e manter a saúde na gestação, um parto tranquilo e um bebê saudável.

Separei uma super dica da minha amiga nutricionista, Dra. Elaine Moreira, onde ela mostra os perfis de alimentos ideais para cada uma de nós, veja o vídeo aqui.

                   
                                         
                   
29/06/2016
  • Vida Saudável

Raiva em excesso faz mal à saúde

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Há dias em que nada está ao seu favor. Os faróis no trânsito estão vermelhos. Todos esbarram em você. Tudo é mais lento e demorado. Você se atrasa. Leva bronca do chefe, do marido, da mãe, do pai e até do seu bichinho de estimação. Mesmo levantando da cama com o pé direito, o mundo desabou nas suas costas e é inevitável: a raiva aparece acompanhada de um turbilhão de emoções. Em pequenas doses é inofensiva, até nos ajuda a mobilizarmo-nos para uma ação; em excesso, esse sentimento é prejudicial e pode colocar sua saúde em risco.

De acordo com a Dra. Sonia Brucki, membro do Departamento Científico de Neurologia Cognitiva da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), vários neurotransmissores são envolvidos como noradrenalina, serotonina, acetilcolina e substância P, cuja ação em diferentes receptores cerebrais provocam ações distintas nos locais do circuito envolvido na geração e controle da raiva. “As estruturas são o hipotálamo, amígdala e os lobos frontais. Estas áreas são ligadas à sobrevivência das espécies, responsáveis pelos comportamentos de defesa e ataque”, explica.

O problema começa quando sentimos raiva demais, prejudicando o convívio social e a saúde, acarretando em sintomas mentais, como depressão, e até físicos. De forma constante, os males ao indivíduo podem surgir ao longo do tempo em manifestações como cansaço, falta de memória e até problemas gastrointestinais.

“Em geral, as situações geram estresse crônico, afetando a imunidade e, em casos agudos, pode reativar herpes labial, por exemplo. Inclusive queda da imunidade pode ser secundária a alterações no corticoide endógeno do próprio organismo”, informa a especialista.

raiva

Cuidado com a raiva

Aliás, a expressão popular “o sangue subiu” é verdadeira, como afirma a neurologista: “Temos uma vasodilatação periférica, deixando a pele mais rosada e quente. Ocorre, ainda, descarga de adrenalina e aumento da frequência cardíaca, que dilatam as pupilas”.

Abrace a raiva

O primeiro passo para lidar bem com esse sentimento é não negá-lo. Já que está raivoso, procure entender e avaliar claramente suas razões, prestando atenção aos pensamentos que o levam a desenvolver esta emoção. Identificar o que estamos sentindo e se o motivo é real é a chave para o sucesso – sobretudo, precisamos ser conscientes para enxergar quando demonstramos reações desproporcionais aos eventos.

Sabemos que é difícil, mas respire fundo e olhe o cenário de vários ângulos, não somente o seu. Se não conseguir sozinho, consulte um terapeuta que o(a) ensinará a lidar melhor com a raiva e a reconhecer o que desencadeia essa animosidade em você. Agir impulsivamente, por exemplo, pode levar a excessos desnecessários e a diminuir a assertividade das ações da vida.

                   
                                         
                   
28/06/2016
  • Passeando

Organiza Brasil 2016 – eu fui!

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

No sábado, o Elton e eu participamos do 1º Organiza Brasil. Chegamos lá às 15 h. Por isso, perdemos a primeira palestra. Assistimos à série de palestras apresentadas pela Micaela Goes do programa Santa Ajuda do GNT. Cada palestra foi ministrada por uma ou duas personal organizers especialistas em cada área. Essas palestras foram muito esclarecedoras com relação à organização do closet, da cozinha, da despensa e do escritório. Essas palestras tiveram 1 hora de duração. Vejam abaixo algumas dicas que elas deram:

Dicas importantes das palestras

Organização do closet

A palestra sobre organização do closet foi ministrada pela personal organizer Priscila Saboia. As dicas que eu mais achei interessante que ela deu foram as seguintes:

* Devem ser penduradas roupas muito pesadas como blazer, paletó, casaco de couro, etc., e roupas que amassam facilmente como camisas sociais e blusas mais delicadas.

*As demais roupas podem ser guardadas em gavetas ou em prateleiras. Coisas miúdas como calcinhas, meias, cuecas, etc. devem ser guardadas em gavetas.

* Para dobrar camisetas e blusas, é preciso utilizar um gabarito ou molde. Pode ser um dobra-fácil ou uma tábua de carne, se você quiser economizar.

* Ao dobrar as roupas, elas podem ficar empilhadas ou em pé (uma atrás da outra) na gaveta. Elas ficam bem organizadas.

* Todas as dobras devem formar um retângulo. Essa é a base para dobrar qualquer tipo de roupa.

* Para ganhar espaço em seu guarda-roupas, utilize cabides finos. Segundo a especialista, você ganhará cerca de 40% de espaço em seu armário.

Organização da cozinha

A palestra sobre a organização da cozinha foi ministrada pela personal organizer Aracy Santamaria. As dicas que ela deu foram as seguintes:

* A cozinha precisa ser prática. Quanto menos tralha você tiver dentro da cozinha, melhor para você. Tenha uma lista de utensílios de acordo com a quantidade de pessoas que moram na casa. Exemplo: moram 4 pessoas na casa, então, deixe disponível, ao menos, 6 peças de cada coisa.

* Se você for receber pessoas em sua casa, mantenha um jogo extra de utensílios na prateleira que você não alcança tanto.

* Tudo o que a gente tem dentro de casa tem que ser usado. Nada de guardar peças que você não usa.

* Desapegue-se daquelas coisas que estão quebradas e feias.

* Onde a sua mão e a sua visão alcançam é que devem ficar as peças que você usa no dia-a-dia.

* Nos armários de baixo, é interessante colocar apenas as panelas que você usa. Dê preferência àquelas panelas que se encaixam entre si para que você possa organizar essa parte do armário.

* As tampas de panela podem ser organizadas em portas-tampas que são vendidas em qualquer loja de organização.

* Panos de prato, talheres e utensílios devem ser guardados dentro de gavetas com divisórias.

Organização da despensa

Esta palestra foi ministrada pela personal organizer Claudia Pilli e as dicas mais interessantes que ela deu foram as seguintes:

* É importante que as famílias saibam o que consomem dentro do período em que forem adquiridos. Mantenha uma despensa enxuta para que você saiba tudo o que você tem e para que não precise ficar escavando tudo dentro do armário.

* Você só usa aquilo que você enxerga. É preciso categorizar os mantimentos por grupos. Armazene os iguais juntos.

* Como os armários são quadrados, é importante ter objetos quadrados ou retangulares. Exemplo: molho em caixinha, potes herméticos quadrados, etc. Isso facilita a organização do armário.

* Ao guardar um mantimento, coloque-o atrás daquele que vencerá primeiro.

* Guarde objetos pequenos em cestinhas ou caixinhas. Utilize etiquetas para você saber o que tem dentro delas.

* Tome cuidado com os carunchos que aparecem dentro dos alimentos. Eu mesma já perdi um pote de farelo de aveia por causa desses bichinhos. O melhor jeito de guardar os itens é dentro de potes herméticos.

* Os potes transparentes são muito bons porque você consegue saber se o alimento já está no fim, por exemplo.

* Ao chegar do mercado, abra os pacotes e guarde os alimentos dentro dos potes. Não utilize pregadores de roupas para fechá-los porque, além de feios, o armário fica desorganizado.

Organização do escritório

Esta palestra foi ministrada pelas personal organizers Natália Ortiz e Gabriela Brasil e as principais dicas foram:

* Você tem que saber que assuntos você tem na sua casa (taxonomia). Dê nome a esses assuntos. Exemplo: documentos pessoais, documentos da casa, documentos da empresa, etc.

* Partindo dessa premissa, você pode criar pastas para organizar esses documentos. Deixe nomes fáceis nessas pastas para que todas as pessoas da família possam acessá-las e saber o que tem dentro delas. Exemplo: contas a pagar, contas pagas, pagamentos mensais, etc.

* Digitalize os documentos que não precisam estar em papel. Crie pastas no computador parecidas com as que você tem fisicamente. O computador facilita a sua vida porque você tem a ferramenta Busca dentro dele.

* Há certos documentos que você precisa ter em papel, mas que também podem ser digitalizados para facilitar o seu dia-a-dia por causa da ferramenta Busca.

* Foram indicados dois aplicativos para você guardar os seus documentos: o Keepit e o Evernote.

* A organização do espaço do escritório é muito importante. Um cérebro bagunçado não pensa bem! O home office tem que ser clean, tendo perto de você apenas aquilo que você usa.

* Em lugares pequenos, aproveite dicas para esses espaços. Uma boa dica é digitalizar os documentos que não precisam ocupar espaço.

* Um porta-livros pode organizar projetos e pastinhas com documentos que você está usando. O porta-livros é legal porque ocupa pouco espaço. Utilize divisórias de gavetas para organizar as suas coisas miúdas (canetas, clipes, etc.).

* Se você tem espaço, use e abuse das pastas suspensas ou pastas AZ para organizar os seus documentos.

* Deixe aquilo que você está usando perto de você.

Palestra do Christian Barbosa

O empresário Christian Barbosa também ministrou uma palestra excelente sobre a otimização do tempo. Em nossas vidas, nós temos coisas importantes (coisas que são positivas), coisas urgentes (coisas que têm pouco tempo para ser resolvidas ou não tem tempo nenhum) e coisas circunstanciais e/ou triviais (coisas desnecessárias que você faz quando quer ou pode).

É preciso saber como o seu cérebro reage ao ser estimulado. O tempo está correndo e, por isso, é preciso saber o que é importante, urgente e trivial. Isso faz com que você otimize o seu tempo.

Nós precisamos ter equilíbrio e resultados. Pessoas que conseguem equilibrar a própria vida e têm resultado são mais felizes.

Quanto tempo do seu mês tem coisas importantes para você? Muitas vezes, gastamos o nosso tempo com coisas triviais. Assim, você perde tempo!

Por isso, você precisa dar prioridade àquelas coisas que são importantes!

Muito legal o tema!

Algumas fotos

Separei aqui algumas fotos do evento para vocês:

A feira

Além das palestras, também tinha uma feira com exposição e venda de diversos produtos de organização. Muitas marcas importantes estavam presentes como vocês podem ver na foto acima.

Não paramos muito para ver os estandes porque estamos sem grana. Para não cairmos em tentação, resolvemos nem olhar as coisas direito. 😀

Bom, pessoal, estas foram as minhas impressões sobre o 1º Organiza Brasil. Espero que tenham gostado e que venha o evento do próximo ano!

Beijinhos

                   
                                         
                   
27/06/2016
  • Casa

5 investimentos para a sua restituição do IR

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

A Receita Federal liberou o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2016. Se você estiver neste primeiro grupo de contribuintes, dê prioridade para quitar suas dívidas. Por outro lado, se você estiver com suas contas em dia, vale a pena investir o dinheiro. Em tempos de crise econômica, é melhor controlar ainda mais a vontade de gastar a grana e pensar no futuro com mais cautela.

Se você tem planos de guardar a quantia, já sabe como investi-la? Tudo dependerá de seu perfil e suas necessidades. Para ajudá-la nesta decisão, foi ouvido Múcio Zacharias, professor de economia do IBE-FGV e diretor do Economies Consultoria Empresarial, que listou cinco investimentos para colocar a restituição do IR.

investimento2

Qual investimento se adapta ao meu estilo de vida?

CDB

Os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) são títulos emitidos pelos bancos. Ao comprá-los, você empresta dinheiro a eles. A liquidez dos CDBs varia de acordo com cada instituição e o valor mínimo para investir também é variável.

Há diferentes tipos de CDB e o mais comum é o pós-fixado, no qual a rentabilidade é baseada em alguma taxa de referência, como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que está próximo da Selic – a taxa básica de juros, atualmente em 14,25%. “Como a Selic está alta, o CDB está atrativo. Outra vantagem é que ele tem tarifa zero de administração”, diz o professor.

O risco da aplicação é o de a instituição financeira quebrar. “Por isso é preciso escolher bancos de renome para reduzir o perigo”, recomenda. O investimento é assegurado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o limite de R$ 250 mil.

Fundos DI

Eles são pós-fixados e têm o rendimento baseado no CDI, que acompanha as variações da taxa básica de juros. Entre as vantagens, oferecem baixo risco e podem ser sacados a qualquer momento. O especialista, no entanto, faz um alerta sobre o rendimento dos fundos. “É cobrada taxa de administração, o que é muito ruim para renda fixa. Em algumas instituições, ela chega a 3% por ano, o que reduz a rentabilidade”, ressalva o especialista.

Títulos Públicos

Quando você os compra, está emprestando dinheiro ao governo. Existem vários tipos de título e os investimentos podem começar a partir de R$ 30,00. Alguns são pré-fixados (você sabe exatamente a rentabilidade que irá receber se os mantiver até a data de vencimento) e outros pós-fixados (o rendimento está relacionado a algum índice, como o IPCA, ou à taxa Selic).

“Todos são interessantes. A rentabilidade é muito boa e consegue superar a inflação”, afirma o especialista. Já entre os riscos, há o de o Brasil dar calote. “O País está passando por dificuldades sérias. Quem aplicar no longo prazo pode ter problemas”, diz Zacharias, que recomenda fazer aplicações com vencimento mais próximo, de dois anos, por exemplo. Entre as desvantagens do investimento, ele destaca a cobrança de muitas taxas, como de administração, custódia e permanência.

investimento

Investir é bom!

Previdência Privada

Ao escolher um plano, você pode optar pelo PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) ou VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). O primeiro é indicado para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda, enquanto o segundo é mais recomendável para contribuintes que optam pela simplificada.

No PGBL, você paga menos impostos agora e consegue acumular mais renda, pois as contribuições ao plano podem ser descontadas da declaração do IR. No VGBL, você não pode descontar as suas aplicações do imposto, mas, no resgate, só paga o tributo sobre o rendimento do que aplicou, e não sobre o total resgatado. “Tem que ficar atenta à taxa de carregamento (que incide sobre cada depósito feito nos planos) e à de administração”, alerta o especialista.

LCI

Quando você compra uma Letra de Crédito Imobiliário (LCI), está emprestando dinheiro para os bancos financiarem empreendimentos no setor. Ela pode ser pré ou pós-fixada. Há diferentes prazos para a aplicação e, em geral, quanto maiores eles forem, melhor o retorno, que é calculado como uma porcentagem do CDI.

“Uma vantagem é que não há cobrança de imposto”, diz o professor. Nesse tipo de investimento, também não há taxa de administração. O risco da aplicação é o de a instituição financeira que a vendeu quebrar, mas o seu dinheiro é garantido pelo FGC em investimentos de até R$ 250.000,00.

Para saber qual dessas aplicações é a melhor para você, é preciso avaliar bem as suas condições de vida. Cada uma dessas aplicações funciona bem com determinado tipo de pessoa.

Beijinhos

Este texto foi gentilmente cedido por Finanças Femininas.

                   
                                         
                   
26/06/2016
  • Casa

Torta de Limão

Oi, pessoal!

Tudo bem com vocês?

Hoje, trouxemos uma receita bem gostosa para vocês: torta de limão. Vamos a ela?

Ingredientes

Massa

100 g de manteiga sem sal
200 g de farinha
1 pitada de sal
1/4 de copo de refrigerante de limão

Recheio

2 latas de leite condensado
Suco de 2 limões

Cobertura

3 colheres de açúcar
3 claras em neves
Raspa de um limão

Modo de preparo

Misture a manteiga com a farinha até virar uma farofa. Adicione o refrigerante de limão e continue misturando até chegar no ponto. Leve a massa para gelar por 30 minutos.

Para o recheio, adicione o leite condensado em um recipiente, esprema os limões e mexa bem. Leve-o para geladeira.

Para a cobertura, bata as claras em neve e adicione o açúcar.

Cubra a torta e leve para assar por 15 minutos ou ate dourar. Decore com a raspa de limão.

Até a próxima!

                   
                                         
                   
25/06/2016
  • Amor e intimidade

O que é sexualidade?

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, vamos falar um pouquinho sobre sexualidade. De acordo com a psicóloga e terapeuta sexual Claudia Renzi, sexualidade não é só sexo, tem a ver com o bem estar em geral, afinal, a energia sexual é a energia de vida e a energia criativa.

Quando alguém tem questões com o ato sexual, isso reflete em outras áreas da vida por conta da incapacidade de vazão dessa energia (orgasmo). Existem ocasiões em que você transa e não se sente totalmente completo(a) e acredita que existe uma “falta”. Claudia faz uma comparação desse orgasmo (gozo) com o gozar a vida, como ter felicidade pela vida. “São coisas do dia-a-dia mesmo como um café, uma conversa, etc. É isso! Seu gozo tem a ver com como você se desenvolve na sua vida como um todo”, acrescenta. Em espanhol, a palavra gozo significa desfrutar.

gozaravida

Vamos gozar a vida?

Gozar a vida tem a ver com levar a vida mais tranquilamente. Você precisa ser feliz em todas as áreas da sua vida. Assim, também o ato sexual será mais prazeroso.

Quando estamos com algum problema (profissional, pessoal, familiar, etc.) e não conseguimos resolvê-lo, muitas vezes, a nossa vida fica travada. Aí, você pode travar outras partes da sua vida, inclusive a sua vida sexual. É difícil relaxar para o ato sexual quando você tem um monte de problemas na cabeça e não consegue resolvê-los.

Todo mundo tem problemas. O que importa é como você os encara. Não deixe esses problemas tomarem conta de você. Goze da vida e deixe-a mais leve! Desfrute-a!

E você? Como você desfruta da sua vida?

Beijinhos