29/05/2017
  • Casa

O que dizem as etiquetas das suas roupas?

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

O Sindilav – Sindicato Intermunicipal de Lavanderias no Estado de São Paulo – mantém, em seu site, uma página com os principais símbolos de limpeza de roupas contidos nas etiquetas para que qualquer pessoa interessada possa consultar ou até imprimir e utilizá-la na hora de lavar as roupas.

Segundo o presidente da entidade, José Carlos Larocca, o Sindilav orienta o consumidor a não remover a etiqueta lateral das roupas, aquela que não incomoda e que contém as orientações de limpeza, já que ela mostra as particularidades da peça e deve servir de guia para higienização da peça. “Seja em casa ou na lavanderia, a orientação deve ser seguida para que a roupa não manche, encolha ou se desgaste facilmente. Os símbolos são muitos, por isso, é aconselhável tê-los sempre à mão, impressos, para serem consultados”, orienta o presidente.

Conheça alguns símbolos de limpeza contidos nas etiquetas:

Lavar

A tina simboliza o tratamento doméstico de lavagem pelo processo manual ou mecânico. Ela é usada para transmitir informações referentes à temperatura máxima de lavagem, bem como os demais processos de lavagem, como mostrado na tabela abaixo:

Alvejar

O triângulo simboliza o processo de alvejamento, como mostrado abaixo:

Secar

O círculo em um quadrado representa o tambor de secagem utilizado depois da lavagem. A temperatura máxima é indicada por um ou dois pontos colocados dentro do símbolo. O quadrado com três linhas verticais em seu interior representa a secagem por gotejamento, onde o artigo têxtil é pendurado molhado, podendo ou não ser estendido ou alisado, em ambiente externo ou interno, após a extração do excesso de água.

Passar

O ferro simboliza a passadoria a ferro doméstico e o processo de prensagem, com ou sem vapor. A temperatura máxima é indicada por um, dois ou três pontos inseridos dentro do símbolo, como mostra a tabela abaixo:

Limpar a seco

O círculo simboliza a limpeza a seco e os processos de limpeza a úmido para artigos têxteis (excluindo o couro genuíno e peles), executados por profissionais. Fornece informações relativas a diferentes processos de limpeza estão descritos na tabela abaixo:

Além dessas dicas, o blog também já deu diversas dicas sobre lavagem de peças e afins. É só acessar esta página para ver essas dicas.

Bom, pessoal, espero que vocês possam conservar melhor os tecidos das suas roupas para que elas durem bem mais que o esperado!

Beijinhos e até a próxima!

                   
                                         
                   
26/05/2017
  • Assuntos diversos

Tudo o que sinto, mas não digo

Oi, gente!

Tudo bem com vocês?

A vida é feita de altos e baixos. É tanta coisa que acontece que nos faz refletir muito sobre tudo. Tem horas nas nossas vidas que queremos ser sinceros para dizer tudo o que se passa em nossas cabeças, mas sabemos que é preciso ponderar muitas coisas.

É aí que me lembro da frase da Rose em Titanic: “o coração de uma mulher é como um oceano cheio de segredos”. É verdade. Desde pequenas, somos ensinadas a não demonstrarmos os nossos sentimentos em público, ainda mais nesta sociedade corrida em que vivemos. Mostrar sentimentalismo é sinal de fraqueza em muitos lugares em que vamos, principalmente os profissionais.

Dizem que o bom profissional tem que deixar os seus problemas pessoais em casa para dar o melhor de si em seu trabalho. Sim, eu concordo, mas quem tem problemas difíceis para resolver não consegue, simplesmente, se desligar deles para trabalhar.

Como seria bom se pudéssemos falar tudo o que pensamos, sem represálias, sem ofender ninguém, mas apenas para mostrar o mundo quem realmente somos. Infelizmente, precisamos usar muitas máscaras no dia-a-dia para interpretarmos diversos personagens. Esses personagens são “a mãe”, “a profissional”, “a motorista”, “a esposa”, “a dona de casa”, “a contabilista”, “a professora”, etc. Todas essas personagens fazem parte de uma pessoa só!

Isso tem a ver com tudo o que sinto, mas não digo. Não digo para me preservar. Não digo para não desapontar outras pessoas. Não digo, simplesmente, porque não posso. Deixo muitos segredos para esse oceano profundo que existe no meu coração. Sim, vale a pena fazer isso! E é tão bom!

Beijinhos

                   
                                         
                   
25/05/2017
  • Maternidade

Decifrando nomes de itens de bebês

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Neste fim de semana, o Elton e eu fomos ao chá-de-fraldas da minha amiga querida Renata e do meu grande amigo Glauber. O Gael vai nascer em julho! Vem, Gael!!!

Glauber, Renata, eu e Elton. Será que o Elton quer ser papai???

Durante o chá-de-fraldas, teve aquele famoso bingo do bebê, onde devemos marcar nomes de coisas de bebê no lugar dos números. E fala sério: é cada nome esquisito: cueiro, mijão, fralda de boca, fralda de ombro, etc. Eu e alguns papais e vovôs entendiam nada do que estavam falando! Foi muito engraçado ver um olhando para a cara do outro sem entender sobre o que a mulherada estava falando. 😀

Por isso, resolvi fazer um apanhado de nomes esquisitos de coisas de bebês para facilitar a vida da mamãe de primeira viagem! Vamos a eles?

Cueiro

O tal do cueiro nada mais é do que um pano leve e macio com que se envolve (em torno das nádegas e das pernas) as crianças de colo. Por que, simplesmente, não chamam de paninho, cobertorzinho ou mantinha? kkkk… Facilitaria muito a vida da gente! Olhem aí o tal do cueiro:

Crédito: Babycenter

Mijão ou culote

O nenê nem nasceu e já estão chamando o coitado de mijão? Sacanagem!! 😀 Na verdade, são aquelas calças, geralmente feitas de malha, que podem ser encontradas com ou sem pé. Por que, simplesmente, não chamam o dito cujo de calça? Não fica mais fácil? 😀 Olhem aí o tal do mijão:

Crédito: Elo7

Pagão

Ixi, o nenê não vai ter nem religião? 😀 Que nominho feio, hein, gente? Na verdade, é um conjunto de três peças composto de calça, regata e casaquinho. Hoje em dia, já não se usa muito. Olhem aí o tal do pagão:

Crédito: Ficou pequeno

Fralda de boca, de ombro…

Gente, para que tanta fralda? O bebê não usa só uma em um lugar estratégico? 😀 Pois é… Tem mais:

Fralda de ombro

É uma das peças mais úteis do enxoval que ajuda muito as mamães. Essa fralda é muito importante para o tempo que sucede a mamada, quando o bebê vai arrotar, entre outras coisas. Também vale para cobrir o rosto do bebê para dormir, forrar algum lugar, etc. Vale a pena ter várias dessas!

Fralda de boca

É outro paninho importante. É pequeno e quadrado para limpar as mãos e a boca do bebê quando mamar, golfar, etc. Ajudam a manter a higiene do bebê.

Crédito: Elo7. Kit de fraldas de ombro e de boca

Bom, pessoal, consegui decifrar alguns itens de bebê? Acho que sim! 😀 Espero que tenham gostado do post de hoje!

Beijinhos e até a próxima!

                   
                                         
                   
24/05/2017
  • Vida Saudável

5 dicas para elevar a autoestima

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, vim conversar com vocês um pouquinho sobre autoestima. Autoestima é uma avaliação que a pessoa faz de si mesmo, podendo ser positiva ou negativa. Existem diversos sentimentos e visões distorcidas que colaboram para uma boa ou má autoestima.

Há alguns anos, confesso que a minha autoestima era baixíssima. Sempre fui gordinha, então, achava que ninguém gostava de mim por causa disso. Então, me escondia atrás dessa minha visão distorcida. Eu usava roupas que não me valorizavam em nada, falava que era incompetente para muitas coisas, deixava que os outros me dissessem o que fazer ou não, etc. Por causa disso, até a minha vida profissional foi afetada.

Antigamente, se eu comprasse determinado número de roupa, eu me sentia um lixo (confesso, ainda, que isso ainda mexe um pouco comigo). Hoje, sei que não vou encontrar o meu número em qualquer loja. Prefiro muito mais ir a lojas especializadas ou receber uma consultoria do que ficar indo a várias lojas e me sentindo para baixo porque não acho nada para mim.

Hoje, sei que nunca vou ser uma pessoa magra por causa do meu biotipo. Então, nada mais justo de ser feliz como eu sou. Fiz os meus exames médicos e “passei em todos eles”, como disse a minha médica.

Querendo ou não, a imagem distorcida que fazemos de nós mesmos vai prejudicar em todas as áreas das nossas vidas. Todos nós temos defeitos, problemas, etc., mas devemos ser felizes do jeitinho que somos!

Então, aceite-se. Seja você mesmo(a) e saiba que você é uma pessoa maravilhosa!

O que é preciso fazer para mudar?

Olhe para dentro de você

Antes de mais nada, olhe para dentro de você. Escreva em um papel ou diário como era a sua vida antigamente (na escola, na infância, na adolescência). Analise os seus pontos fortes (sim, você tem vários). Analise também os seus pontos fracos. Veja o que mudou com o passar dos anos. As dificuldades vêm para nos fazer crescer e amadurecer. Mesmo que muitas pedras estiveram ou estão na sua vida, você deve ser forte para pulá-las e continuar a sua jornada!

Não gosto do que vejo

Se você se olha no espelho ou faz uma autorreflexão e não gosta do que vê, será que está na hora de mudar? O que você faria para se sentir melhor?

Se o problema está no seu corpo, matricule-se em uma academia e faça um acompanhamento nutricional para chegar ao peso ideal. Se o problema é emocional, que tal procurar um profissional especializado para lhe ajudar a vencer os seus medos e angústias?

Para tudo existe solução. Se você está vivo(a), é porque você tem muita coisa para fazer aqui neste mundo. Ame-se e viva plenamente!

Você é uma pessoa única

Cada pessoa é única! Ninguém é igual a ninguém! Se você tem mania de comparação, pode parar com isso imediatamente!

Você tem as suas qualidades e defeitos, mas não existe ninguém igual a você no mundo. Sabendo disso, é importante se valorizar. Trate-se com amor e carinho. Você merece ser amado e é especial!

Faça todos os dias coisas que você gosta

Uma das formas de ser feliz é fazer coisas que você gosta. Qual é o seu hobby? O que o(a) faz feliz? Eu, por exemplo, todos os dias, tiro um tempinho para assistir a alguma coisa que eu gosto na TV. Já falei sobre esse assunto aqui. Nos finais de semana, eu gosto de fazer o meu curso de pintura, ir a restaurantes, reunir os amigos em casa ou ir a algum lugar bater um papo ou conhecer alguma cidade no interior de São Paulo com o meu marido.

Esses hobbies nos motivam a sermos felizes! Vale a pena investir nisso!

Pratique uma religião

Eu ouço muito as pessoas falarem que são de determinada religião, mas não a praticam. Quem tem uma religião forte (independente de qual seja) sabe que os problemas da vida têm solução e tem fé para que eles sejam solucionados logo. Quem tem uma religião forte é mais feliz!

Escolha uma religião que tem mais a ver com o que você acredita e pratique-a. Vá à igreja, ao templo, ao centro, etc. O importante é praticá-la, colocando na sua vida tudo aquilo que ela o(a) ensinou.


Bom, pessoal, acredito que estas dicas são muito importantes e podem ajudar quem estiver passando por um momento difícil. Para ilustrar, resolvi compartilhar este documentário que o programa Conexão Repórter fez em 2015. Prestem atenção na história da Rosa. É lindíssima! Infelizmente, ela faleceu dias depois da reportagem. Mesmo estando em estágio terminal, essa moça era feliz! Isso é uma lição de vida para todos nós! Vejam o vídeo abaixo:

Beijinhos e vambora ser feliz!

                   
                                         
                   
22/05/2017
  • Casa

Como organizar o seu guarda-roupas

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje em dia, temos pouco tempo para tudo: trabalho, filhos, banco, trânsito e por aí vai. As tarefas do lar acabam ficando em segundo plano por causa disso. Quando temos um tempo livre, tudo o que queremos é descansar.

Assim, o guarda-roupas começa a bagunçar cada vez mais com essa correria e, quando percebemos, temos roupas amassadas e jogadas para todos os lados, cuecas com camisas, meias com calças… Fica parecendo que um tornado passou pelo guarda-roupas.

Você já parou para pensar que, com alguns minutinhos no dia (antes de dormir ou ao acordar), podemos deixar tudo organizado? Tudo isso sem muito trabalho. Se você tem mais tempo livre no fim de semana, separe um período para organizá-lo para mais uma semana de correria. É muito simples.

Com uma casa em ordem, você se sentirá mais tranquilo(a) e, acredite, de bem com a vida. Todos sabem o quanto é ruim chegarmos em casa depois de um dia horrível e, ainda por cima, ter roupas para todos os lados. Só o fato delas estarem organizadas já vai lhe dar uma sensação melhor.

Vejam abaixo algumas dicas que podem facilitar a sua vida:

Tudo em seu lugar

Se o guarda-roupas tiver muitas divisões ou gavetas, é melhor porque assim é possível separar cada tipo de peça em uma divisão ou gaveta (gavetas são mais usadas para guardar peças pequenas, como cuecas e meias). Se não tiver muitas divisões, talvez, você tenha que unir roupas de baixo com as meias, mas cada um do seu lado. Assim, não haverá problema.

Doe Periodicamente

Esta é uma dica muito boa e muito importante. Você, provavelmente, nesse amontoado de roupas, tem algumas roupas que você não usa mais ou nem se lembrava que tinha. Faça um favor ao seu guarda-roupas e a quem precisa (muito) delas e doe. Separe um momento e tire todas as roupas. Olhe uma por uma e escolha as que você ainda quer e as que você não usa ou não quer mais. Procure quem precisa e doe-as.

Cabides iguais

Tente sempre ter todos os cabides iguais e de mesmo formato para que as roupas não somente se encaixem no varão uniformemente, mas também para dar um aspecto mais bonito ao seu guarda-roupas. Apenas ternos e roupas de gala podem ter seus cabides especiais porque eles precisam de um cuidado mais especial por conta do tecido.

Sapatos precisam “respirar”

O correto seria ter uma sapateira à parte do lado de fora do guarda-roupas, mas, se você não a tiver, de vez em quando, tire seus sapatos de dentro do guarda-roupas e deixe-os “respirarem”, principalmente os que você acabou de usar. A rua é suja e você acaba levando essa sujeira pra dentro do guarda-roupas, infectando os outros pares que estavam limpinhos.

Peças de couro precisam de hidratação

Junto com o frio, chega a hora de tirar os casacos do guarda-roupas. Casacos de couro, após um longo verão, podem adquirir um aspecto não tão bom, pois estavam esse tempo todo guardados. Passe um pano úmido e deixe-os do lado de fora para secar antes de usar. Jamais os guarde ainda úmidos.

Roupas de cama

Roupas de cama também costumam ser guardadas no guarda-roupas. Aqui não tem erro. É só necessário dobrá-las bem e colocar uma em cima da outra. Garanto que não irão ocupar muito espaço e tudo vai ficar bem organizado.

E aí, gostaram das dicas? Agora, você não tem mais desculpas para não separar 10 minutinhos por dia para fazer, pelo menos, uma dessas tarefas. Experimente fazer uma por uma semana e adquira esse hábito que só tem vantagens.

Beijinhos e até a próxima!

Este texto foi gentilmente cedido por Matheus Bertoluci.