Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

A primeira viagem de avião da Micaela

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Quero contar para vocês como foi a primeira viagem de avião com a Micaela. Será que deu tudo certo? Será que teve algum imprevisto? Bom, vem cá que eu vou lhe contar!


Preparando a viagem

Fomos convidados para o casamento da minha prima Juliana com o Paulo na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Sabe aquele casamento que você não pode deixar de ir porque são pessoas que você ama muito? Então, desde o começo, decidimos que íamos!

A única preocupação era a Micaela porque ela nunca esteve em um avião antes e porque ela tem uma rotina toda dela à noite (a partir das 19:30 h, ela janta, mama e dorme… aí, é só no outro dia). Quando a Micaela sai da rotina, ela fica chatinha, chora por qualquer motivo e aí já viu: ninguém consegue aproveitar nada…

Mesmo assim, decidimos ir. Íamos ficar apenas um final de semana. Compramos a passagem sem mala despachada na Latam, o presente e as roupas para o casamento.


Bagagem

Resolvi me informar um pouco mais sobre os direitos do bebê dentro do avião. Liguei para a Latam e me disseram o seguinte:

  • O bebê tem direito a 23 kg de mala despachada, mesmo que você não tenha comprado a passagem que dê direito ao despacho de bagagem;
  • Além dos 23 kg de mala despachada, o bebê também tem direito a despachar um carrinho, um bebê conforto ou um cesto de bebê;
  • O bebê não tem direito aos 10 kg de mala a bordo por causa da mala despachada.
  • Na cabine econômica, você pode dividir o assento com uma criança, que paga uma porcentagem da tarifa do adulto, além de taxas de embarque e impostos. Se seu voo é dentro do Brasil, a criança viaja gratuitamente. Já em viagens dentro do Chile (exceto Ilha de Páscoa), a criança paga apenas as taxas de embarque e os impostos.
  • Se você está viajando sozinho com dois bebês (até 2 anos), precisa reservar um assento adicional para garantir sua segurança durante o voo, pagando tarifa de criança.

Confesso que eu não sabia desses direitos! Muito legal!

Então, decidimos colocar todos os nossos pertences na mala da Micaela e os pertences dela que deveriam ir dentro do avião (papinha, manta, fraldas, etc.) nas nossas malas de mão. Facilitou muito as nossas vidas.

Resolvemos também levar o carrinho dela porque, além de nos ajudar a nos locomover na cidade, também serviria como caminha se ela ficasse cansada durante o casamento.


No dia da viagem…

Acordamos às 3:30 h e fomos terminar de fazer as nossas malas. Deixamos a Micaela no berço dela até sairmos. A nossa ideia era tirá-la do berço e colocá-la direto no bebê-conforto para que ela não acordasse.

Foi o que fizemos! A Micaela não acordou! Só foi acordar no carro chegando no aeroporto. No aeroporto, não tivemos problemas. Despachamos as nossas malas e embarcamos. O carrinho foi entregue logo na entrada do avião e devolvido logo que pousamos. Muito legal!

Com cara de quem acabou de acordar

No avião, a Micaela mamou e dormiu cerca de meia hora. Depois, acordou e começou a brincar. Queria mexer em tudo! Foi uma farra! 🙂

Ficou meio embaçada… Que pena!

Meu papai

Tchau, São Paulo!


Parabéns aos noivos!

Ao chegarmos em Campo Grande, fomos dar uma volta pelas redondezas do hotel e fomos almoçar com a família. Passamos o dia bem!

Mais à noite, a Micaela começou a ficar com sono e queria só dormir. Pensei que não conseguiríamos ir ao casamento, mas ela mamou e melhorou um pouco.

Seguimos para o casamento. A cerimônia foi lindíssima e de muito bom gosto!! Amei!! Parabéns, Ju e Paulo!

Parabéns aos noivos!!

A Micaela dormiu a cerimônia inteira e parte da festa. Queria ter tirado fotos dela porque ela ficou tão linda com o vestidinho vermelho dela! Não deu tempo!!

Dormiu… Snif!!

Depois, acordou assustada com o barulho e começou a fazer um escândalo básico. Infelizmente, tivemos que ir embora mais cedo por causa disso, mas valeu a pena o tempo que permanecemos lá. O tempo do bebê tem que ser respeitado!


Domingo em família

No dia seguinte, fomos almoçar com a família. Foi uma tarde de muitas risadas, relembrando o passado e a infância. Fazia tempo que não via todos eles e foi muito gostoso!

Família!!


Voltando para São Paulo…

A volta a São Paulo foi tranquila. A Micaela mamou e dormiu a viagem inteira. Tivemos um problema e o avião teve que fazer um pouso de emergência em Viracopos antes de seguirmos para Cumbica (segundo o que consta, o avião ficou taxiando e ficou sem gasolina). Coisa básica!

No final das contas, deu tudo certo!


Com essa experiência, aprendi que devemos respeitar o tempo do bebê!

A vida do casal muda muito depois que o bebê chega! Então, nada de ficar se cobrando se alguma coisa na viagem não está dando certo. Quando o bebê crescer, vocês vão ter bastante tempo para curtir a viagem como costumavam antigamente.

Não se culpe e não culpe o bebê por isso! Apenas, respeite o tempo dele!


Bom, pessoal, estas foram as nossas experiências durante a primeira viagem de avião da Micaela. Espero que tenham gostado do post e que ele possa ajudar quem vai viajar pela primeira vez de avião com o bebê.

Beijinhos e até a próxima!

Comente

comments

Lidando com dias difíceis
Desmame natural da Micaela
Uma carta ao meu namorado…
2 comentários
  • Fernanda Rodrigues

    Fê, esse post com todas essas informações é necessário e facilita muito a vida.
    Como não tenho filhos, não sabia dessas regras, mas é bom, porque posso ajudar as amigas com isso.
    A Micaela é lindona e ficou maravilhosa nessas fotos de viajante!

    Parabéns aos noivos!

    Um beijo,

    Responder
  • Lorraine Faria

    adorei Micaela viajante haha uma graça <3

    Responder
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close