Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

Aaaaah, a Maternidade!

Oie, tudo bem?

Antes de começar, vou me apresentar a vocês! Sou a Mary Dellatorre, tenho 28 anos. Casada há 9 anos com o Everton, mãe do Tito de 4 anos e à espera do irmão ou irmã do Tito. Sou artesã e dona de casa muito feliz, aprendendo dia-a-dia a dia lidar com os desafios da Maternidade, o que tem se tornado minha mais linda prioridade, além do meu canal no YouTube e do Instagram. Espero, com carinho, poder dividir aqui também com vocês as minhas aventuras como mãe!!

Ahhh, a Maternidade!

maededois

Vou ser mãe de dois, e agora? Antes de ser mãe do Tito, a minha preocupação era em dar conta de coisas do tipo trocar fraldas, dar banhos, alimentar, lidar com noites em claro, enfim, antes de ser mãe, estes eram meus temores. Após o nascimento dele, descobri que estes “detalhes”, na prática, eram a parte mais fácil de ser mãe.

A realidade é bem outra. A maternidade é um desbravamento em terras estranhas, praticamente isso! É lindo, delicioso, mas tem seus desafios, na verdade, grandes desafios! Educar uma criança é uma função árdua, cansativa e um ato de grande responsabilidade.

Gosto de usar como exemplo as crianças em shoppings e supermercados largadas ao chão aos berros e birras. Meu pensamento antes de ser mãe: "Meu filho? Jamais!" ou "Ah, se fosse meu filho!". Quem nunca? Meu pensamento após ser mãe: "Vem aqui, mãe, me dá a sua mão, estamos juntas, fique firme, eu te entendo!"

Que as futuras mamães não se assustem, mas que a realidade seja dita: a maternidade não é exatamente um conto de fadas! Aprendemos diariamente a lidar com criaturinhas adoráveis que vivem em constante desenvolvimento e cabe a nós, mães e também aos pais, contribuir para que este desenvolvimento se deslanche para o bem e não para o mal. Creio fielmente que a escola, as avós ou até uma babá, quando a temos, são nossas parceiras, mas a responsabilidade em educar e mostrar o melhor caminho é dos Pais.

O Tito, em seus longos 4 anos de vida :D, já demonstra variados tipos de comportamentos, tanto bons como também péssimos comportamentos, e eu tive que aprender a lidar com todos eles e mostrar que a vida vai muito além desta que gira ao redor dele, afinal, ele vai crescer, será um adulto e eu nem sempre estarei lá para mostrar a direção e, nesse momento, devo mostrar a ele os caminhos que existem na vida.

Voltando: agora serei mãe de dois! Sempre quis ser mãe de dois e, agora, grávida, penso que viverei tudo de novo, tudo em dobro, em idades diferentes. Que desafios virão? Uau, isso, às vezes, me assusta, mas agora é assim e pronto. Que Deus me ajude!

Entre esses e outros motivos, depois da maternidade, decidi ser artesã para estar perto dos meus filhos e me dedicar ainda mais a esta função. Isso me dá mais confiança para exercer esse papel sobre a vida deles e que, amanhã, eu possa olhar para trás e ter a certeza de que eu fiz o meu melhor! Esse foi o meu melhor para mim, mas cada mãe deve saber qual é o seu melhor para seus filhos. Não devemos nos frustrar por nem sempre conseguir, mas sempre buscar as melhores maneiras para contribuir para um futuro melhor dos nosso pequenos e isso é conquistado dia após dia, erros após erros e acertos após acertos.

Ser mãe é para as fortes! É uma trilha longa, cheia de desafios, amor, carinho, dedicação e muita responsabilidade, mas é uma escolha e somos muito abençoadas por ter esta recebido essa função! A retribuição de tudo isso é o amor que recebemos deles. Este sim é um amor indescritível e vale toda a pena!

Um grande beijo e até a próxima.

Comente

comments

Como escolher uma babá-eletrônica
Dicas de presentes para o papai: compartilhando momentos
5 dicas para montar um quarto de criança
2 comentários
  • Lulu

    Oi Mary,
    Ainda não sou mãe e no momento estou solteira, mas um dos meus maiores sonhos é ter o dom da maternidade sabia? Mesmo que na minha idade é um pouco mais de risco engravidar, vou encarar esse desafio. Falta só encontrar o pai.
    Big Beijos
    Lulu postado recentemente…Golden Globe 2016My Profile

    Responder
    • Fernanda

      Oi, Lulu!

      Eu também penso em engravidar… Estou pensando para daqui 1 ano e meio…

      Beijinhos

      Responder
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close