Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

Brotas

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Como falei outro dia, hoje, vou contar para vocês como foi as nossas experiências na cidade de Brotas. Fomos duas vezes este mês. Os meus cunhados estão se mudando para lá e praticamente já viraram brotenses. 😀 Aí, nos hospedamos na casa deles.

Vejam abaixo as nossas experiências:


Apenas uma noite

Na primeira vez que fomos a Brotas, ficamos hospedados na casa dos meus cunhados apenas um dia, ou seja, aproveitamos um pouco a noite e um pouco da manhã de domingo.

Durante a noite, fomos jantar no restaurante Vicino della Nonna. O ambiente é bem gostoso e bem agradável para ir a dois ou em família.

Gente, que comida deliciosa!! Pedimos lasanha à bolonhesa, lasanha quatro queijos e pizza. Muito bom!! Recomendo!!

A Micaela ficou meio chatinha porque já estava meio tarde! Aí, queria ficar andando pelo restaurante… Só quem tem criança que sabe o que eu estou falando.

Família Vicino Della Nonna

Noite em família


Parque dos Saltos

No dia seguinte, fomos visitar o Parque dos Saltos que fica no centro de Brotas. O parque rodeia o Rio Jacaré Pepira e é um ótimo lugar para fazer uma caminhada ou ficar apreciando as cachoeiras que se formam lá. Muitas pessoas fazem rafting nesse rio, principalmente à noite, para treinar, pois as correntezas não são muito fortes.

Perto das cachoeiras também fica a ponte pênsil e uma antiga casa das máquinas. Essa casa abrigava a antiga usina hidrelétrica no final do século XIX, quando Brotas já tinha iluminação pública elétrica, antes mesmo da capital.

O lugar é muito gostoso e vale a pena a visita!

Papai e Micaela na ponte pênsil


Voltando no feriado…

Fatto di Bufala Restaurante Napolitano

No feriado de Corpus Christi, decidimos voltar a Brotas para descansar. A minha cunhada não pôde viajar porque ela está de 8 meses de gestação e o médico achou melhor que ela ficasse na casa dos meus sogros. Então, fomos apenas nós três.

Chegando em Brotas à noite, decidimos jantar no restaurante Fatto di Bufala, pois foi recomendado pelos meus cunhados. O restaurante é bem fofinho com uma pegada tranquila. No local, são servidos pratos com leite de búfala. Também há opções de recheios de carne de búfala.

O Luiz, que é dono do restaurante, é muito atencioso e explica como são feitos os pratos. Ele tem uma fazenda onde cria as búfalas no local.

Eu pedi um risoto com muçarela de búfala e o Elton, lasanha com carne de búfala. Gente, os pratos são deliciosos e levinhos!!! Eu pedi uma soda italiana com sabor de limão com gengibre deliciosa!!

Como eu gostei da soda, o Luiz nos deu de presente outra soda no sabor de hibisco que também estava deliciosa! Além disso, também levamos duas muçarelas de búfala de presente do Luiz para casa!! Muito obrigada pela hospitalidade e pelo carinho!

Para a sobremesa, pedimos uma panna cota que é feita com creme de leite de búfala servida com duas geleias (framboesa – a melhor de todas – e maracujá), mel e Nutella. Quem for comer lá, não deixe de provar esse doce!! É de comer suspirando!!!

A Micaela gostou tanto dos pratos que ficava chamando a gente para saboreá-los… Muito linda!


Cachoeira 3 Quedas

No dia seguinte, ficamos com dúvidas sobre qual passeio faríamos. Então, conversando com uma amiga do meu cunhado, ela nos recomendou visitar a Cachoeira 3 Quedas, pois teríamos algumas atividades interessantes destinadas a crianças.

O local é um hotel com direito a day use, ou seja, você pode tanto se hospedar lá quanto apenas visitar o lugar. Lá, existem três cachoeiras que você pode visitar. Eu fui apenas a duas por causa do meu pé, pois a terceira tinha uma trilha meio íngreme.

Decidimos colocar a Micaela no canguru para podermos fazer as trilhas. Foi a nossa salvação para podermos curtir o passeio sem dor nos braços (só um pouco nas costas, né, amore).

Entrada das Cachoeiras


Cachoeira da Nascente

A primeira que visitamos foi a Cachoeira da Nascente. Ela tem 6 metros de altura e leva esse nome por estar bem próxima à nascente. Uma trilha de nível moderado, curta e de aproximadamente dois minutos de caminhada. É uma cachoeira pequena, mas muito bonita:

A mamãe ficou com medo de subir até a cachoeira


Cachoeira das Andorinhas

A segunda parada foi na Cachoeira das Andorinhas que, na minha opinião, é a mais bonita de todas. Ela tem 20 metros, uma passarela para acessar a queda d’água e recebeu este nome devido ao grande número de andorinhas que frequentam o local e dormem no paredão de pedras.

Há um banquinho bem embaixo da cachoeira para você relaxar enquanto recebe um refrescante banho. Como estava frio, não entramos na cachoeira.


Cachoeira Figueira

A terceira parada foi na Cachoeira Figueira. Como mencionei lá em cima, apenas o Elton e a Micaela foram visitá-la. A mamãe ficou com medo de torcer o pé de novo. Ela tem 47 metros de altura e, como o próprio nome diz, é devido a uma Figueira centenária existente próxima à queda d’água.

O acesso a essa bela queda d’água se dá por uma trilha moderada, de aproximadamente 15 minutos de caminhada.

Durante a trilha, a Micaela estava brincando com os passarinhos, mas, quando chegou à cachoeira, acabou dormindo no colo do papai… Essas crianças…

Eita, que sono!


Passamos a tarde na Cachoeira 3 Quedas. Ali, almoçamos uma comidinha caseira bem gostosa. A Micaela brincou bastante no parquinho, visitou os animais e ficou relaxando com a mamãe na rede!


Casa da Cachaça

No final do dia, fomos fazer umas comprinhas na Casa da Cachaça. Tem muitas coisas gostosas para comprar lá. Para quem gosta de café, pode degustar um cafezinho moído na hora e doces diversos feitos no fogão à lenha. Também tem degustação de cachaças, licores, salames, queijos e doces caseiros.

Lá também vendem artesanatos, lembrancinhas, comidinhas, entre outros. Levamos para casa um pão caseiro, um doce de nata feito no fogão à lenha, um salame de javali e um queijo. Ô, coisa boa!

Na parte de fora da casa, tem um senhor que toca diversos tipos de músicas e chama os visitantes para participarem. Ele adorou a Micaela e tocou algumas músicas infantis para ela. Pena que o meu celular acabou a bateria bem na hora e não consegui tirar nenhuma foto desse momento…

Visitantes tocando e cantando na casa

Espaço fofo


Descansando…

No sábado, aproveitamos para descansar e repor as energias para voltarmos no dia seguinte. Quem tem criança precisa ter um tempinho disponível para curtir o dia descansando…


Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado das dicas de hoje! Quem tiver mais dicas de Brotas pode ficar à vontade para comentar aqui embaixo!

Beijinhos

Comente

comments

5 dicas para viajar com crianças pequenas
5 dicas de viagem para as férias de julho
Meu aniversário no Parque da Mônica
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close