Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

Como lidar com o puerpério

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

O nascimento do bebê proporciona uma imensa alegria. Apesar das transformações que se estabelecem na rotina familiar, as emoções prevalecem em volta de uma nova vida que requer atenção e amor em tempo integral. A mulher precisa lidar, então, com o desafio de conciliar a maternidade com os cuidados à sua saúde no puerpério – como é chamado o período pós-parto. Uma boa alimentação e a alta ingestão de líquidos são os grandes aliados nesta fase.

“Claro que a principal preocupação deve ser com a amamentação. O aleitamento materno exclusivo (AME) é recomendado até os seis meses de vida, prorrogáveis até os dois anos ou mais, com a alimentação complementar. É fundamental buscar a orientação médica para apreender a técnica correta, que inclui a pega e a posição, além de se atentar aos mamilos, visando promover um AME bem sucedido”, explica dr. Corintio Mariani Neto, membro da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP).

Em relação à recuperação de seu organismo, o mais importante é o sangramento. Ele deve diminuir progressivamente, entretanto, não é possível determinar o tempo exato de sua duração, pois é variável. Depois de alguns dias, ele se torna mais escuro e, nas semanas seguintes, pode adquirir uma tonalidade amarelada até cessar, em cerca de um mês.

É comum apresentar dor em caso de parto cesárea que deve desaparecer aos poucos, de acordo com a sensibilidade da mulher. Neste caso, é recomendado um analgésico que não comprometa a qualidade do leite materno. Pode ocorrer alguma cólica também devido ao processo de o útero voltar ao normal, principalmente, durante as mamadas, o que é considerado normal.

puerperio

Se houver dor persistente na parte debaixo da barriga, além de sangramento vaginal com cheiro desagradável e febre, recomenda-se procurar atendimento médico o mais breve possível para afastar o risco de infecção.

Independente da via de parto, a higiene é essencial, mantendo a cicatriz bem limpa por meio da lavagem com sabonete e secando bem a região. No parto normal, os pontos costumam cair sozinhos; na cesariana, eles são retirados nas Unidades de Saúde, até 15 dias depois.

Consulta ginecológica

A menstruação pode demorar a vir quando a mulher está amamentando. Em função disso, recomenda-se retomar a visita e os exames ginecológicos antes de completar seis meses do parto, porém, ela passa por revisão após duas semanas e, aos 40 dias, para verificar se está recuperando adequadamente.

Durante a avaliação médica, deve se checar a amamentação, o sangramento vaginal, a cicatrização e os métodos anticoncepcionais, embora seja necessário aguardar, em média, 40 dias para retomar as relações sexuais. Este período é necessário para o organismo se restabelecer. Pode haver desconforto na primeira relação pós-parto, mas o corpo volta ao normal gradualmente. Nesta consulta, a mulher também escolhe a anticoncepção mais apropriada para combinar com o aleitamento materno.

Bom, é isso, pessoal! Espero que vocês tenham gostado do texto!

Beijinhos

Comente

comments

Receitas de papinhas da pediatra da Micaela
Como escolher uma babá-eletrônica
Dicas de presentes para o papai: compartilhando momentos
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close