Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

Dicas de hospedagem com crianças

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

A poucas semanas do início das tão esperadas férias de verão, é hora de programar as viagens em família. Para quem tem crianças, os cuidados são redobrados com relação a diversos itens, principalmente à hospedagem.

Para ajudar nessa tarefa, a RDC Férias, clube de férias e viagens programadas com mais de 70 mil associados em todo o Brasil, selecionou algumas dicas para que todos curtam ao máximo a experiência, com segurança e conforto, em especial os pequenos turistas.


Hotéis e pousadas

Aos pais que escolhem os hotéis como parte da experiência de viagem, é importante se informar sobre as opções de estrutura, alimentação e área de lazer. O esquema de acomodação e cuidados dos quartos, como cama extra, telas nas janelas, proteção de tomadas e segurança em sacadas e piscinas são imprescindíveis. É preciso verificar as características do local com antecedência.

“Uma questão que inibe muitos pais de encararem um hotel é a alimentação da criança. Às vezes, é necessário  ter acesso à cozinha para aquecer uma papinha ou mamadeira ou, ainda, opções no cardápio que contemplem o mini-hóspede. Hoje em dia, os hotéis estão bem flexíveis e preparados para isso, alguns dispondo até de copa baby”, explica o diretor de Hotelaria da RDC Férias, Júlio Castanheira.

Haverá dias em que o tempo não estará amigável, independente das atividades previstas no roteiro. Para momentos de chuva, por exemplo, é importante que o estabelecimento ofereça uma área para que as crianças possam brincar ou profissionais de recreação disponíveis. Afinal, os pequenos precisam de espaço para dar vazão a tanta energia e não caírem no tédio.


Resorts

Já os resorts, por excelência, são mais completos em termos de estrutura, atividades e alimentação. Segundo a sua classificação definida pelo Ministério do Turismo, esse tipo de estabelecimento hoteleiro é caracterizado pelos serviços de estética, atividades físicas, recreação e convívio com a natureza no próprio empreendimento.

De acordo com Castanheira, esta é uma opção para famílias que querem usufruir da experiência hoteleira sem a necessidade de sair do lugar. As atividades são desenvolvidas para todas as faixas etárias e gostos, além da comodidade de ter mais acessível alguns serviços, como baby sitter e equipe recreativa. Tanto em hotéis, como resorts é possível requisitar berços e banheirinhas nos quartos, tal como cama extra.

As tarifas para crianças pequenas também são diferenciadas e é importante se atentar às condições individuais praticadas em cada estabelecimento. “Muitos hotéis de lazer e resorts oferecem gratuidade para até duas crianças de até 12 anos em determinadas épocas do ano. É sempre bom se informar das ofertas, promoções e períodos de festividades que melhor atendem a necessidade de cada viagem em família. Nossos associados contam com atendimento, assessoria e vantagens do Clube RDC para aproveitar ao máximo as suas férias”, finaliza Castanheira.


Vale lembrar ainda que, segundo o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, é proibida a hospedagem de criança ou adolescente em hotel, pensão ou estabelecimento congênere, salvo se autorizado ou acompanhado pelos pais ou responsável. Tomando estes cuidados, certamente, toda a família terá momentos e experiências positivas de sobra para lembrar.


Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado do post de hoje! Quem tiver mais alguma dica pode deixar o seu comentário neste post!

Beijinhos

Comente

comments

Micaela – 7 meses
Escolhendo o que o seu filho assiste
Micaela – 6 meses
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close