Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

Diferenças entre cerâmicas e porcelanatos

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

No texto da semana passada, falei para vocês que fomos obrigados  a retirar os pisos da nossa casa porque o primeiro pedreiro não utilizou argamassa suficiente para assentá-los e compramos porcelanatos para colocar lá. Por isso, resolvi fazer esta postagem para que vocês entendam qual é a diferença entre porcelanato e cerâmica. Vamos lá?

Principais diferenças

A cerâmica tradicional é composta de uma mistura de argilas que passa pelos processos de prensagem ou de extrusão e é queimada até 1.150°C. Depois da prensa, as placas são secas e podem receber esmalte (decoração). Se elas forem extrudadas a vácuo, retira-se o excesso de umidade da massa, facilitando a criação de formas diferenciadas.

Já o porcelanato tem materiais mais nobres (como o feldspato), queimados a temperaturas superiores a 1.200°C. Ele é tecnicamente superior, pois oferece elevada resistência mecânica, química e baixa porosidade (menos suscetível a manchas).

Antigamente, o porcelanato era bem caro (ainda existem porcelanatos muito caros no mercado), mas, com a popularização e variações deles, você consegue encontrar porcelanatos com preços bem legais (de R$ 20,00 a R$ 40,00 o metro quadrado).

Tipos de porcelanatos

Polidos: a superfície mais lisa é a polida. Após ter a massa pronta, a peça recebe um polimento e uma camada protetora. Todo porcelanato polido é extremamente liso e, por isso, é indicado para áreas secas da casa como salas, corredores, quartos. Eles podem ser usados em outros ambientes, mas é importante saber que, principalmente quando entram em contato com água, este porcelanato se torna bastante escorregadio.

Esmaltados: os porcelanatos esmaltados recebem uma camada de esmalte por cima da massa com o desenho (estampa) desejado. A indicação técnica para o seu uso é a superfície que pode ser lisa ou áspera, brilhante ou mate, e o PEI. Os mais brilhantes são mais escorregadios.

Natural: é bastante resistente e pouco escorregadio e, por isso, pode ser usado em áreas comerciais e residenciais. Possui superfície mate que torna o ambiente aconchegante.

Acetinado: possui leve brilho acetinado.

O que é PEI?

Para as peças esmaltadas tanto da cerâmica quanto do porcelanato, é atribuída uma classificação que mede o desgaste do esmalte que é chamada de PEI. O PEI varia de 0 a 5, sendo 0 resistência muito baixa e 5 resistência alta, ou seja, quanto maior o índice, maior a capacidade da superfície do produto de aguentar os atritos de tráfego de pessoas, objetos, equipamentos e veículos. Veja a tabela abaixo:

CRÉDITO: Inovat

Piso retificado e bold

CRÉDITO: Inovarq

As placas de piso retificado podem ser encontradas em cerâmica ou porcelanato e possuem acabamento reto e preciso, pois são cortadas por discos de diamante, o que deixa as suas bordas mais retas e sua superfície mais fina. Dessa forma, é possível instalar o piso de maneira uniforme e com alinhamento total. Por utilizar menos rejunte, o piso retificado tem um acabamento mais regular e sem a necessidade de retoques, o que causa um efeito visual agradável e sofisticado ao ambiente.

Além disso, usando menos rejunte, o custo da obra é menor, além de causar menos sujeira. Este tipo de produto possui uma vida útil longa por conta de seu elaborado processo de fabricação, por isso, dificilmente causará algum problema depois de aplicado. Para o piso retificado, costuma-se utilizar a junta seca para fazer o assentamento. Neste tipo de instalação, as peças são encostadas umas nas outras, porém, é preciso utilizar uma argamassa flexível e manter um espaçamento mínimo de 1,5 mm entre elas, caso ocorra dilatação do piso.

O piso bold é o chamado tradicional e é o acabamento mais comum e conhecido das cerâmicas. Ele apresenta um arredondamento nas bordas das peças e, por isso, não possui em suas laterais uma superfície tão precisa quanto ao das peças retificadas. Neste caso, o espaçamento entre cada peça precisa ser maior, com juntas de, no mínimo, 3 mm ou de acordo com as especificações do fabricante. Desta forma, o rejunte fica mais aparente.

Limpeza

Os cuidados de limpeza para o porcelanato e para a cerâmica são praticamente iguais. Para limpá-los, use vassoura ou aspirador. Depois, passe um pano umedecido com detergente neutro e finalize com um pano seco. No caso de limpeza pesada, use saponáceo cremoso ou líquido ou soluções com cloro ativo, diluídos conforme a indicação do fabricante.

Para entender mais sobre o assunto, o Programa Casa Sul fez um vídeo muito legal sobre isso:

Gostaram das dicas? Espero que sim!

Beijinhos

Comente

comments

Tipos de brita: da construção à decoração
5 dicas para montar um quarto de criança
Como fazer a transição do bebê da banheira para o chuveiro
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close