22/04/2015
  • Passeios e viagens

Viajar com pacote ou por conta própria?

Oi, gente!

Tudo bem? Aqui está tudo bem!

Acredito que muitas pessoas têm dificuldade em planejar uma viagem. É mais vantajoso contratar um pacote de viagem ou viajar por conta própria? Vejam abaixo as vantagens e as desvantagens de cada forma:

Viajando com pacote

Vantagens
  • Não é necessário de preocupar com nada, pois tudo já foi programado pelo pacote de viagem;
  • Quem não domina a língua do país de destino fica mais sossegado, pois o guia de turismo fará isso por você;
  • Existe auxílio com documentação e dinheiro;
  • Se você não conhece o local, você terá uma boa noção de tudo que tem lá.
Desvantagens
  • Você é obrigado a seguir todos os passos do pacote e respeitar todos os horários programados, pois não existe flexibilidade;
  • Não existe pesquisa de locais mais baratos. Tudo é feito pela agência de viagem;
  • Você é induzido a comprar pacotes adicionais para a viagem ficar mais “interessante”;
  • Tudo vira uma “colcha de retalhos”, pois a visita aos locais fica picada.

Viajando por conta própria

Vantagens
  • Independência para decidir tudo o que você quer para a sua viagem: desde a hospedagem à escolha do que fazer no local;
  • Flexibilidade de horário;
  • Economizar em hotéis, restaurantes, entre outros;
  • Simplesmente decidir ficar descansando o dia inteiro se quiser.
Desvantagens
  • Dá um trabalho danado;
  • Ter que fazer tudo sozinho, desde se deslocar do aeroporto ao hotel até levar as suas bagagens ao destino;
  • Ter cuidado com a desatenção em preencher formulários, etc;

E aí, qual forma de viagem é mais vantajosa para você?

                   
                                         
                   
18/04/2015
  • Passeios e viagens

Restaurante Riviera

Oi, gente!

Tudo bem? Aqui está tudo bem!

Quando nos casamos, o Elton e eu passamos a nossa lua-de-mel em Gramado e em Canela. Foi uma das experiências mais românticas que já tivemos. Por isso, vou começar a fazer uma seleção de dicas da região.

Antes de viajarmos, peguei vários vouchers nos seguintes sites de compras coletivas:

Em um desses sites (não me lembro qual), tinha uma oferta para o Restaurante Riviera de Gramado. A oferta dava direito a fondue de carne, de queijo e de chocolate pelo valor de R$ 70,00 o casal.

Chegamos lá e fomos muito bem recebidos em um ambiente muito gostoso. Tinham até pelúcias nas cadeiras para deixar a estadia do cliente mais aconchegante. Primeiro, foi servido o fondue de carne com opções de carne de boi, de frango e de porco, com 14 opções de molhos. As carnes são servidas na pedra-sabão, onde o cliente coloca sal grosso para fritar a carne. Aí, o cliente degusta a carne com os molhos à disposição.

Depois, é servido o fondue de queijo cremoso com pães e batatinhas. Ô, delícia! Finalmente, os garçons servem o fondue de chocolate acompanhado de frutas da estação e waffles.

O mimo termina com um carro à disposição dos clientes para levá-los de volta para o hotel que estão hospedados. Muito mimo!

Gostou? Então, não deixe de jantar no Restaurante Riviera em Gramado:

Avenida das Hortênsias, nº 1404, Centro –  Gramado – RS
Telefone: 054 3286 1195
E-mail: contato@restauranteriviera.com.br

Restaurante Riviera

Restaurante Riviera

Beijinhos e até a próxima!

                   
                                         
                   
17/04/2015
  • Passeios e viagens

Peça: Meu Passado Me Condena

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

A dica de hoje é sobre a peça de teatro Meu Passado Me Condena. O Elton e eu assistimos a essa peça no ano passado e adoramos!

O casal Fábio e Miá, interpretados por Fábio Porchat e Miá Mello, se conhece em uma balada e, um mês depois, decidem se casar. A peça se passa no apartamento do casal, logo após o casamento. Quando chegam, o apartamento está uma bagunça, com caixas de presente para todo lado e com móveis encaixotados. No local, o casal começa a lembrar do passado e ter algumas brigas. Os motivos são inúmeros: os namorados anteriores, a quantidade de pessoas com quem cada um já transou, a proximidade excessiva da mãe, o apartamento minúsculo, os presentes de casamento, e por aí vai. Também tem muitas piadas sobre a vida cotidiana em que o público se identifica bastante. Vale muito a pena conferir!

A peça está em cartaz no Teatro Frei Caneca:

Meu Passado Me Condena
Local: Teatro Shopping Frei Caneca
Endereço: Rua Frei Caneca, 569 – 7º andar
Telefones: 3472-2229 / 3472-2230
Capacidade: 600 lugares
Os ingressos podem ser adquiridos através do site www.ingressorapido.com.br ou pelo telefone (11) 4003-1212.

Horários: sextas e sábados, às 21 h, e domingos às 19 h
Ingressos: de sexta a domingo: R$ 100,00
Duração: 70 minutos
Classificação: 14 anos

                   
                                         
                   
16/04/2015
  • Vida Saudável

Dança de Salão para o Casal

Oi, gente!

Tudo bem? Aqui está tudo bem!

É muito importante fazer uma atividade física. Se o casal encontrar uma atividade que ambos possam fazer juntos, é bem mais prazeroso. O Elton e eu encontramos essa atividade física: dança de salão. Além de estarmos nos exercitando, aproveitamos o tempo para relaxar. Começamos a aprender bolero, forró e samba de gafieira. A minha modalidade preferida é o bolero. Vejam abaixo alguns benefícios da dança de salão:

Benefícios

Ajuda você a fazer novos amigos: é uma oportunidade de se unir a outras pessoas em prol de um objetivo comum.

Combate o estresse: o exercício diminui a tensão e relaxa a musculatura.

Controla a ansiedade: além de estimular a concentração, a dança acalma e tranquiliza.

Melhora a comunicação: depois de algumas aulas, você terá menos dificuldade de se expressar em público.

Aumenta a autoestima: quem não se sente mais seguro e poderoso fazendo bonito no baile?

Queima calorias: uma hora de salsa ou samba rock queima até 594 calorias!

Turbina a capacidade sanguínea: a dança de salão aumenta a frequência cardíaca, estimula a circulação do sangue, melhora a capacidade respiratória e queima muitas calorias. Você sentirá até que seu fôlego aumentou!

Melhora a flexibilidade: dá elasticidade e melhora a postura ao caminhar.

Tonifica os músculos: pernas, glúteos e barriga agradecem quando você treina os novos passos na pista ou no salão de baile.

Dá mais tesão no sexo: jogo de pernas, charminhos e brincadeiras típicos de alguns ritmos despertam a fantasia do casal. Sem falar que dançar coladinho com alguém dá um gostoso frio na barriga…

Reforça o amor e a cumplicidade do casal: dançando, você e seu parceiro redescobrem o prazer de curtir a companhia um do outro. Sem falar que ganham um motivo a mais para passear.

Exercita o equilíbrio: e a coordenação motora Com a dança, o corpo passa a se movimentar com mais ritmo e agilidade.

CRÉDITO: M de Mulher

Modalidades da Dança de Salão

Forró

O nome forró deriva da palavra ‘forrobodó’ e já era dançada ainda no século XIX nas cidades nordestinas. Sofreu grande influência dos africanos e europeus. É uma dança típica realizada entre casais que executam várias evoluções durante os passos. Na década de 80, surgiu um tipo de forró que utilizava instrumentos musicais eletrônicos e atraíram um público mais diversificado para esse estilo.

Um dos passos mais básicos do forró é o que o homem abraça sua parceira colocando uma de suas mãos na cintura dela e segurando a outra mão um pouco acima da cintura dos dois. Enquanto isso, a mão dela se posiciona nas costas do parceiro e seu rosto também se aproxima. Posteriormente, são dados dois passos com o pé esquerdo para o lado esquerdo e depois repetir o gesto para o lado direito. O casal deve girar pelo salão repetindo esses passos.

Samba de Gafieira

Essa dança é uma herança do maxixe e começou a ser praticada a partir do século XX. O nome vem da palavra francesa ‘gaffe’ (gafe). É sempre o homem que conduz a mulher e ele executa gestos de proteção, ritmo e elegância. É acompanhada por instrumentos como o violão, o cavaquinho, percussão, choro e clarineta.

Maxixe

Dança de salão que surgiu com os negros no Brasil durante o século XIX. Foi uma das primeiras danças realizadas nas cidades do país. Inicialmente, foi criticada pela igreja, pela polícia e pelas famílias devido à forma sensual com que era executada pelas pessoas. É conhecido como o tango brasileiro.

Merengue

Essa é uma dança que surgiu na República Dominicana e também criou raízes em países como Porto Rico, Haiti, Venezuela e Colômbia. Utiliza instrumentos musicais como os saxofones, acordeão, trompeta e teclado. Praticada por casais, a dança conta com passos rápidos e simples, ou seja, um dos pés marca o tempo da dança e o outro segue a coreografia. Já os membros superiores não se movimentam muito deixando o ritmo apenas para as pernas e os pés.

Salsa

A salsa é uma dança que surgiu em Cuba e fez sucesso após outras danças latinas como o Cha-cha-cha, a Rumba e o Mambo. Porém, essa dança ganhou mais notoriedade por meio das obras dos porto-riquenhos Irmãos Lebron. Por onde passou, a salsa foi agregando valores de países como Venezuela, Brasil, Colômbia, Venezuela, Estados Unidos e República Dominicana. Dançada em pares, ela usa as batidas do ritmo da salsa e muitos rodopios. É uma dança sensual que permite que os bailarinos abusem da movimentação do corpo.

Bolero

Esse tipo de dança surgiu na Europa e chegou a Cuba ainda no século XIX. A base desse ritmo é o dois pra lá, dois pra cá; porém, ocorrem também os giros, as caminhadas e evoluções durante o bolero. O nome da dança é explicado por causa dos vestidos usados por algumas bailarinas. As peças continham bolas (chamadas de boleiras).

Cha-cha-cha

É uma dança que surgiu em Cuba durante os anos 50 e pode ser dançada em pares ou por qualquer pessoa. É um tipo de dança de salão dinâmica e divertida. Conta com três passos rápidos, chamados de chassé, e outros dois mais lentos. Quando os dançarinos executavam os passos mais rápidos, o som ouvido era parecido com cha, cha,cha, por isso, o nome dessa dança. O casal não precisa ficar tão próximo durante a execução e a mulher coloca a mão sobre o ombro do seu parceiro enquanto ele realiza o mesmo procedimento. O pé deve permanecer sempre em contato com o chão e o peso da pessoa vai sendo direcionado para cada um deles.

Rumba

É uma das danças de salão com estilo mais lento, surgiu por meio dos ritmos africanos e chegou a Cuba após a chegada dos espanhóis. Em 1925, foi banida do país, pois foi considerada inapropriada para os costumes da época. Entretanto, a rumba conseguiu sobreviver a todas as objeções.

Os passos são simples e a mulher utiliza a coreografia para seduzir o homem. Eles estabelecem um jogo na pista de dança. São movimentos agressivos, insistentes e românticos. Além disso, há um extenso trabalho com os pés e a utilização de instrumentos musicais como tambores, percussão e maracas.

Tango Argentino

O tango surgiu nos bairros mais humildes da Argentina e se tornou uma das danças mais admiradas no mundo. Assim como a valsa, o casal de dançarinos dança bem próximo e pode-se improvisar mais do que as outras modalidades. Apesar do surgimento no país portenho, o tango argentino sofreu influências de países como Itália, França e Espanha. Uma das origens é que a dança e a música do tango estão ligadas aos homens argentinos, que faziam filas nos bordéis e, para que não ficassem esperando tanto, os donos desses estabelecimentos contratavam músicos de tango.

No início do século XX, a dança chegou à Europa. Atualmente, a dança é dividida de três formas: o estilo argentino, o americano e o internacional. O ombro esquerdo conduz o casal que deve manter seu corpo inclinado. São basicamente oito passos principais que são realizados com movimentos cheios de intensidade e dramaticidade. Os dançarinos devem manter a proximidade e o olhar intenso.

Zouk

O zouk surgiu nos países caribenhos durante as décadas de 60 e 70. A palavra significa festa e é dançada analisando o tempo da música. No Brasil, o zouk contém mais giros e movimentos com os membros superiores.

Soltinho

O soltinho é comparado a danças que surgiram nos Estados Unidos, mas ele possui passos básicos tanto para a direita como para a esquerda. Além disso, não há uma música específica para ele e sim canções que se encaixam perfeitamente para dançar soltinho. No Brasil, começou a ser mais praticado a partir da década de 80.

CRÉDITO: Tipos de Dança

Gostaram? Então, não deixem de procurar uma academia de dança para começarem a praticar! Não vão se arrepender!

Beijinhos

                   
                                         
                   
15/04/2015
  • Prazer em receber

Sopa de gorgonzola no pão italiano

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Para inaugurar a seção Cozinhando aqui no blog, resolvi postar uma receita muito gostosa e fácil de sopa de gorgonzola no pão italiano. Já fiz esta receita e o pessoal de casa adorou! ‘Bora lá?

Ingredientes

  • 1 copo de requeijão;
  • 1 colher de sopa de amido de milho;
  • 2 xícaras de chá de leite;
  • 100 g de queijo gorgonzola;
  • 4 pães italianos.

Como fazer

• Na parte superior do pão, faça um circulo como se fosse uma tampa e retire com cuidado;

• Remova todo o miolo do interior do pão, mas com cuidado. Retire até que o pão fique se parecendo com uma cumbuca, não descarte o miolo;

• Junte todos os ingredientes citados acima e coloque-os em uma panela ao fogo médio, mexendo sem parar até que o queijo derreta e a sopa fique cremosa;

• Enquanto o creme se encorpa, coloque os pães sem a tampa no forno pré-aquecido e aguarde cinco minutos no máximo;

• Após a sopa obter o estado desejado, despeje-a dentro de cada pão e despeje queijo parmesão ralado a gosto.

• Sirva o miolo do pão como acompanhante.

Rende quatro deliciosas porções, você pode aumentar os ingredientes se quiser mais porções e não se esqueça da quantidade de pães, uma opção é servi-la apenas em um pão maior e com uma concha os convidados retirarão a quantidade desejada e se servirão em seus respectivos pratos.