02/02/2018
  • Assuntos diversos

5 coisas que eu costumava acreditar

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Quando nós somos crianças, costumamos acreditar em muitas coisas e, quando crescemos, percebemos que o mundo é bem diferente daquilo que pensávamos que existiam. Por isso, resolvi fazer uma lista das 5 coisas que eu costumava acreditar, mas, com o tempo, acabei desacreditando:

1) Papai Noel

Que atire a primeira pedra quem nunca acreditou em Papai Noel quando era criança! Na minha época, eu costumava ver o Papai Noel apenas nos shoppings mais afastados e em comemorações de Natal da cidade. O pessoal de casa, pelo menos na minha infância, não tinha o costume de se vestir de Papai Noel no Natal. Só meu tio que fez isso uma vez quando as minhas irmãs eram pequenas.

Em casa, os meus pais me enganavam dizendo para eu ir a algum lugar (meu quarto, por exemplo) e, quando eu voltava, eles me falavam que o Papai Noel tinha acabado de passar em casa e me deixado um presente embaixo da árvore. Eu ia direto lá, pegava o presente e era exatamente o que eu tinha pedido.

Desilusão: a verdade realmente veio à tona quando eu estava em um shopping em São Paulo com a minha mãe quando eu vi o Papai Noel saindo do banheiro masculino com roupas normais e sem barba. Aí, eu perguntei para a minha mãe: “ué, o Papai Noel não tem barba?”. Foi então que ela me disse a verdade sobre o Papai Noel. Fiquei chocada na época, mas me conformei!

2) Fada-do-dente

Sim, eu acreditava na tal da Fada-do-dente! Quando um dos meus dentes caíam, a minha mãe me falava para eu deixá-lo embaixo do travesseiro porque a Fada-do-dente ia pegá-lo de madrugada e, no lugar, me daria um troco. Então, eu colocava o dente embaixo do travesseiro e dormia. De manhã, no lugar do dente, estava um pequeno embrulho de papel-alumínio. Dentro do embrulho, tinha Cz$ 1.000,00 (equivalente a R$ 1,00 hoje).

Era muito “gostoso” perder dentes nessa época!

Desilusão: fiquei sabendo que a Fada-do-dente não era de verdade quando eu acordei, no meio da noite, com a minha mãe levantando o meu travesseiro para colocar o embrulhinho. Aí, eu perguntei a ela o que ela estava fazendo. Ela ficou sem graça me disse que a Fada-do-dente não era de verdade! Falei para ela: “tá bom, vai, cadê minha grana?”. 😀 Nem liguei!

O Fada-do-Dente

3) Mundo de fantasia

O mundo de fantasia é muito real quando somos crianças. Os nossos pais nos blindam de tudo quanto é forma para que as coisas pareçam um pouco mais leves.

Como não existiam os canais de desenhos na minha época, as crianças eram obrigadas a assistir o que passava na televisão. Então, eu me lembro de assistir ao jornal e às novelas em casa com a minha família. Muitas coisas que passavam nesses programas eram conversadas em casa de uma maneira que eu conseguisse entender, ou seja, as coisas feias eram, simplesmente, cortadas da explicação.

Desilusão: quando vi aqueles “caras-pintadas” indo para as ruas protestar contra o Collor. Eu achava que o cara era aquele tipo bonitão que gostava de ser o Presidente. Quando vi que não era nada disso, comecei a me interessar um pouco mais sobre o tema e vi que o mundo não era aquele “mundo encantado” que tinham criado para mim!

História-sem-fim

4) Pai e mãe super-heróis

Os meus maiores ídolos sempre foram os meus pais, principalmente quando eu era criança. Tudo o que eles faziam era correto e eles eram super-heróis! Quando somos crianças, nós nos inspiramos nos nossos pais para tudo.

Só quando crescemos, percebemos que eles também são falhos e que, infelizmente, um dia, vão embora. Ninguém é eterno! Não, eles não são como os super-heróis da televisão que têm solução para tudo e nos salvam toda hora. É claro que o amor deles é incondicional e que se colocariam no nosso lugar para não passarmos por problemas, mas, quando crescemos, temos que aprender a nos virar e a cuidarmos dos nossos problemas sozinhos, principalmente quando não estão mais conosco.

Desilusão: acredito que a maior dor que eu tive foi quando a minha mãe adoeceu e precisou de cuidados. Vi que ela era um ser-humano como eu e que, mesmo assim, tentava nos esconder a dor que sentia. Aí, ela partiu! A vida se tornou real! Os problemas se tornaram mais reais! Aprendi, na marra, a me virar e a ser quem sou hoje! Pai e mãe, obrigada por tudo!

5) Todo mundo é bonzinho

Outra mentira que a gente acredita é que todo mundo é bonzinho, principalmente na escola. Os seus coleguinhas são os seus melhores amigos e tudo vai muito bem! A vida é linda e todo mundo é lindo!

Isso muda quando estamos na pré-adolescência. Um começa a querer se sobressair em cima do outro. Aí, o negócio muda! Os bullyings começam e muitas crianças são julgadas porque são gordas, de cor de pele diferente, pobres, magras, altas, usam aparelho, etc.

Desilusão: quando sofri o meu primeiro bullying. Cheguei em casa transtornada! Tinham me xingado por causa do meu peso! Não sabia o que fazer! E foi assim até a adolescência! O bullying me marcou muito, mas ele também me fez crescer para a vida!


Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado do post de hoje!

Fiquem à vontade para colocar as suas ideias aqui nos comentários. Vou amar lê-los!

Beijinhos

                   
                                         
                   
01/02/2018
  • Maternidade

O que levar na mala da maternidade?

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

A mala da maternidade da mamãe e do bebê são itens importantíssimos que devem estar prontos, pelo menos, dois meses antes da data provável para o parto. Muitas mamães deixam para prepará-la em cima da hora e, se o bebê resolver nascer prematuro, é aquela correria para preparar tudo.

Então, não deixe para a última hora e monte a sua mala com antecedência. Veja abaixo os itens que você deve incluir na sua mala e na mala do bebê para o hospital:

Mala do bebê

Quando eu recebi essa lista na maternidade, eu pensei: “nossa, para que levar tanta coisa?”. Aí, conversando com os especialistas, eles me disseram que o bebê troca de roupas, pelo menos, duas vezes por dia. Considerando que ele ficará na maternidade por cerca de três dias, a quantidade de itens é realmente necessária.

Mala da mamãe

Esta é uma lista básica de itens que as maternidades pedem para que as mamães levem em suas malas.

No caso da sua roupa para sair da maternidade, escolha uma que você usava quando tinha cerca de 5 meses de gestação, pois lembre-se de que você estará mais magra do que entrou.

É claro que você pode acrescentar mais itens. Vejam abaixo mais alguns itens que você pode incluir nesta lista:

Itens extras para a mala da mamãe

  • Celular;
  • Carregador de celular;
  • Maquiagem (se você gostar muito);
  • Quadro para a porta da maternidade;
  • Lembrancinhas.

Mala do papai ou do acompanhante

Não podemos nos esquecer também que o papai também precisa fazer a sua mala para levar para a maternidade. Vejam abaixo os itens mais importantes para incluir na mala dele:

  • Documentos pessoais;
  • Celular;
  • Carregador de celular;
  • 1 pijama;
  • 4 cuecas;
  • 3 calças;
  • 3 camisetas;
  • 1 blusa de frio.

Outros itens que a gente se esquece

Não deixe para a última hora para instalar o bebê-conforto no carro. A Micaela ganhou o bebê-conforto e o carrinho dos meus cunhados neste final de semana (obrigada, Dri e Alex!) e confesso que apanhamos para montar e desmontar esses itens.

Então, aprenda a montar e desmontar esses itens com algum tempo de antecedência, principalmente o bebê-conforto que é um item de segurança do carro. Sem ele, você não poderá levar o bebê para casa dentro do seu carro.

Deixe em uma pasta todos os documentos necessários para a internação entregues pelo seu médico. Inclua nessa pasta também a sua carteirinha de vacinação e o cartão do pré-natal.


Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado do post de hoje!

Beijinhos

                   
                                         
                   
30/01/2018
  • Festas

Como montar um chá-de-bebê barato?

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Resolvi alterar algumas categorias do blog para facilitar um pouco a organização. Criei duas categorias que estavam sem um local específico para elas e reorganizei as datas das colunas semanais. São elas:

  • Categoria Festas: subcategoria da categoria Prazer em Receber. Irá ao ar quinzenalmente às terças-feiras;
  • Categoria Presentes: subcategoria da categoria Vida Saudável. Irá ao ar quinzenalmente às quartas-feiras.

A coluna Passeios e Viagens irá ao ar quinzenalmente às terças-feiras. A categoria Vida Saudável também irá ao ar quinzenalmente às quartas-feiras.

Coluna Festas

Nesta coluna, vou falar sobre decoração e organização de festas em geral (aniversários, bodas, chás, Natal, Ano Novo, etc.), com exceção de casamentos  e noivados porque este tema já é abordado aqui no blog na categoria específica.

Para inaugurar a nova coluna Festas, vou começar falando sobre algo que quero fazer e que preciso economizar ao máximo por causa dos gastos que estou tendo: o Chá-de-Bebê.

Montando um chá-de-bebê barato?

Antes de mais nada, é importante saber quantas pessoas você vai convidar, se vai convidar apenas mulheres, etc. Além disso, é preciso saber que tipo de chá você vai fazer: chá-de-bebê comum, chá-de-fraldas ou chá-de-revelação.

Com as listas em mãos, está na hora de começar a fazer orçamentos de decoração e de comes e bebes.

Os convidados

O chá-de-bebê é uma festa íntima, então, maneire na quantidade de convidados. Convide apenas aqueles parentes e amigos que realmente frequentam a sua casa e que estão tão empolgados com a chegada do bebê quanto você.

Para reduzir o orçamento, que tal convidar apenas a mulherada da família e aquelas amigas pontas-firmes? Acredito que a sua lista será bem reduzida!

Chá-de-fraldas ou chá-de-bebê?

Este é um dilema que muitas mamães sofrem. Cada um tem as suas vantagens. Aqui, vai depender do que você quer ganhar.

No chá-de-bebê comum, você pode pedir itens variados como roupinhas, itens de higiene, itens do enxoval, etc. No chá-de-fraldas, você vai ganhar apenas as fraldas mesmo. Saiba qual é a sua real necessidade e invista nela.

O que servir em um chá-de-bebê?

Há um tempo atrás, fizemos um post sobre o que você pode servir para os seus convidados no seu chá. Para conseguir economizar, é interessante fazer orçamentos e orçamentos para saber o que é interessante. Veja abaixo um exemplo de um cardápio completo para 25 pessoas:

Acredito que, com um cardápio parecido com este, você conseguirá fazer com que os seus convidados possam aproveitar bem a sua festa.

  • Quanto mais você puder fazer em casa esse cardápio, mais você conseguirá economizar.
  • Considere em pedir para a vovó fazer um delicioso bolo de cenoura.
  • Faça aquela torta salgada que você gosta de fazer em casa.
  • Faça os docinhos antecipadamente e congele-os. Um dia antes da festa, tire os docinhos do freezer para ficarem saborosos no dia!

Ideias de decoração

Pesquisei bastante sobre empresas que fazem decorações de festas. Se você optar para que o decorador faça todo o trabalho, tenha certeza de que você vai desembolsar um valor bem considerável. Como o seu orçamento está apertado, é interessante você ir para a linha “pegue e monte”.

Muitas empresas trabalham com o sistema “pegue e monte”, ou seja, você chega na loja, escolhe algumas peças que lhe agradam e alugue APENAS essas. Se você for criativa e souber posicionar as peças, a sua mesa ficará linda!

Outra dica: você não precisa alugar as mesas que as empresas vão querer lhe empurrar. Sabe aquela mesa rústica e bonita que os seus pais têm na sala de jantar e aquela toalha linda que você ganhou de casamento? Elas podem servir como mesa do bolo para o seu chá. Ah, use também a regra das 3 mesas que demos aqui no último sábado!

Você também pode pegar alguns brinquedos e roupinhas do seu bebê para decorar o seu chá. Um exemplo é fazer um varal de roupinhas para decorar a parede que fica atrás da mesa do bolo. Acho lindo!!

Além disso, muitos sites têm dicas de DIY (faça você mesma). Vale a pena dar aquela fuçada na internet! Selecionei algumas ideias desses sites aqui embaixo:

Chá da minha amiga Renata

Crédito: Sou Mãe

Crédito: Pinterest

Crédito: Esposas Online

Crédito: Construindo Decor

Crédito: Beleza Feminina

O convite e a papelaria do seu chá

Por ser um evento mais informal, você pode convidar as pessoas através do Facebook, do Whatsapp ou telefonando mesmo. Se você sentir falta de um convite impresso, você pode fazê-lo no seu computador e imprimir na sua casa ou mandar imprimir em uma gráfica. Ah, você pode comprar aqueles convites que vendem em qualquer loja de decoração de festas ou papelaria.

No Elo7, existem muitos artesãos que fazem a arte do convite e da papelaria para você. O seu trabalho é apenas levar a arte para imprimir na gráfica. É bem mais econômico do que comprar o convite pronto.

Muitos sites disponibilizam gratuitamente alguns modelos de papelaria para você fazer. Se souber mexer com algum editor de imagens como, por exemplo, o Photoshop, você pode baixar essas imagens e editá-las como quiser. Estes são alguns sites que eu encontrei na internet:

Como fazer bolo de fraldas?

Outra dica legal é montar um bolo de fraldas no lugar do bolo fake para a decoração da mesa. Sabem aquelas lojas de fraldas bem baratinhas que existem nos bairros mais afastados? Então, compre um pacote dessas fraldas para montar o seu bolo.

Sobre o assunto, achei um tutorial muito fácil do canal do blog Toda Mãe É. Olhem como é fácil:

Acredito que agora você se animou para fazer o seu bolo de fraldas, não é mesmo?

Brincadeiras

Todo chá-de-bebê tem que ter brincadeiras para animar a galera. Vejam abaixo algumas ideias de brincadeiras:

Descubra quem é o nenê

Esta brincadeira é bem legal. Peça para cada convidado levar uma foto de quando era bebê e deixe uma caixa separada para que eles as coloquem ali. Na hora da brincadeira, cada convidado pega uma foto e tenta adivinhar quem é o nenê que está ali. Quem adivinhar mais, ganha um brinde.

Bingo

Eu confesso que eu adoro um bingo! Pareço aquelas tiazinhas bingueiras! 😀 Você pode pegar a roleta de brinquedo da sua sobrinha, instalar um sorteador no seu computador ou, simplesmente, fazer os números para imprimir no computador. Para as cartelas, você pode comprá-las prontas em qualquer papelaria ou fazê-las personalizadas. Fica lindo!

O ganhador pode receber um brinde fofinho da mamãe como, por exemplo, uma caixa de bombons.

Descubra o tamanho da barriga da mamãe

Esta brincadeira também é bem legal. Com um barbante, os convidados têm que descobrir o tamanho da barriga da futura mamãe em centímetros. Então, cada um pega um pedaço de barbante que acha que é o tamanho certo da barriga da mamãe e segura para medir.

Ganha quem acertar o tamanho correto ou quem chegar mais próximo.

Quantos feijões têm no pote?

Para os matemáticos de plantão, esta brincadeira é um desafio porque muitos começam a fazer contas. Pegue uma quantidade grande de feijões e conte-os. Marque o valor e esconda-o. Pegue um pote e despeje esses feijões lá dentro.

No dia do seu chá, pergunte para cada convidado quantos feijões eles acham que têm no pote. Ganha quem acertar o número exato ou se aproximar mais.

Lembrancinhas

As lembrancinhas também são grandes preocupações das futuras mamães. Eu acredito que as melhores lembrancinhas para um chá-de-bebê são as comestíveis. Vejam abaixo uma lista de sugestões:

  • Algodões-doces coloridos (ideia linda para um chá temático de chuva-de-amor);
  • Bem-nascidos;
  • Caixinha de acrílico com confeitos ou balinhas;
  • Saquinhos de doces;
  • Brigadeiro no tubete;
  • Água com o tema do chá.

Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado do post de hoje! Quem tiver mais alguma dica legal pode deixá-la aqui nos comentários!

Beijinhos e até a próxima!

                   
                                         
                   
28/01/2018
  • Prazer em receber

Aperitivos fáceis para receber os amigos em casa

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

É muito gostoso reunir os amigos em casa para um bom papo ou para um joguinho no final de semana, não é verdade? Aí, vem aquela dúvida: o que servir para as visitas em casa? Não tem nenhum mistério nisso. Deem uma olhadinha nas nossas dicas de hoje:

1) Batatas-fritas na airfryer

Já falei neste post que eu sou apaixonada pela minha airfryer! Então, costumo fazer tudo nela, desde bife até batatas-fritas. Quando os nossos amigos vão em casa, nós costumamos servir batatas-fritas na airfryer acompanhadas de um molhinho especial feito pelo Elton.

Nós gostamos das marcas Quality Fries e da McCain. Aí, deixamos uma quantidade considerável no bowl da panela e assamos as batatas por cerca de 15 minutos em 200ºC.

Para o molho do Elton, não tem segredo. É só misturar maionese, ketchup, mostarda, molho barbecue, pimenta-do-reino e orégano. Se você gostar de um molho mais doce, coloque mais ketchup. Se gostar mais ácido, é só caprichar um pouco mais na mostarda. Fica a seu critério!

2) Noite da batata assada

Outro dia, reuni os amigos uma noite da batata assada. Eu me lembro de ter visto essa receita no livro de receitas da Sharp do primeiro micro-ondas que a minha mãe comprou (eita, denunciando a idade). Eu, particularmente, adoro o gosto da batata assada de micro-ondas.

Receita:

Escolha algumas batatas grandes, lave-as e fure-as com um garfo. Posicione as batatas no próprio prato do micro-ondas, formando um círculo (não deixe as batatas muito perto umas das outras para que elas assem bem).

Para cada batata, calcule cerca de 4 minutos de um lado (se forem três batatas, coloque 16 minutos). Desligue o micro-ondas, vire as batatas do outro lado e coloque mais 3 minutos para cada batata.

Depois de assadas, retire-as do micro-ondas e embrulhe-as no papel-alumínio. Volte as batatas embrulhadas ao micro-ondas e deixe-as descansar lá dentro sem ligar (não ligue o micro-ondas!!!)

Retire-as do micro-ondas e sirva!

Crédito: Receitas na Rede

Recheios:

Em casa, nós costumamos rechear as batatas com camadas generosas de requeijão, cream cheese, manteiga e batata-palha. Fica muito gostoso!

3) Hum, comer tranqueiras de vez em quando não faz mal!

Ah, vai comer tranqueiras de vez em quando não faz mal, vai! Quem não gosta de comer Doritos, Cheetos, amendoim japonês, salsicha e outras tranqueirinhas? Acredito que essas besteirinhas são bem legais para uma reunião informal ou para uma noite de jogos.

4) Mesa de frios

Há um tempo atrás, eu fiz um post sobre como montar uma noite de queijos e vinhos. Para receber os amigos, você pode utilizar a mesma ideia e, até mesmo, acrescentar mais alguns frios como rosbife, salsichão, copa, presunto royale, etc.

É uma reunião chique e de muito bom gosto!

5) Aperitivos lights

Se você não quiser servir aperitivos calóricos, você pode fazer alguns aperitivos light para os seus amigos. Vejam abaixo algumas ideias:

Palitos de tomate-cereja com queijo-minas frescal

Eu amo tomate-cereja. Então, que tal cortá-los ao meio e combiná-los em palitinhos com queijo-minas frescal. Coloque um tomate no palito e um quadradinho de queijo. Repita o processo até deixar o palito completo.

Crédito: OK Diário

Canapés com patê de atum

Corte alguns pães amanhecidos em rodelas e forre uma assadeira. Coloque-os no forno até ficarem moreninhos e torrados.

Abra uma lata de atum e misture três colheres de maionese light, molho inglês e orégano. Passe o patê em cima das torradas e sirva!

Guacamole com nachos

Para fazer a guacamole, você vai precisar de um abacate maduro, 2 tomates maduros, 1 cebola picada, 2 colheres (sopa) de azeite, suco de 1 limão e sal a gosto. Abra o abacate e retire toda a sua polpa. Amasse-a com o garfo. Pique os tomates e a cebola bem fininhos. Misture todos os ingredientes e sirva. Sirva com nachos.

Crédito: Readers Digest


Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado das dicas de hoje!

Beijinhos e bom domingo!

                   
                                         
                   
27/01/2018
  • Casamento
  • Festas

A Regra das 3 mesas para recepções

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, vou falar um pouquinho sobre uma regrinha básica sobre casamento que consegue dar uma luz para todas as recepções: a Regra das 3 mesas. Essa dica vale para recepções de casamento, de aniversário, de chás diversos, etc. Anotem aí!

Regra das 3 mesas

Antes de pensar em quanto você vai gastar, em qual decoração você vai escolher, se vai ter bolo, docinhos, etc., você precisa ter em mente a estrutura do seu evento. Então, lembre-se de que você vai precisar de 3 mesas básicas: a mesa do bolo, a mesa para os convidados se servirem e a mesa a qual os seus convidados vão se sentar.

Mesmo que esta regra seja muito simples, ela é o princípio de uma recepção econômica e um norte para quem nunca organizou nenhum tipo de evento.

Mesa do bolo

Na mesa do bolo, além do próprio bolo, deverão estar os docinhos e a decoração principal (flores, arranjos, lembrancinhas, fotos, etc.). Aqui, vai contar a sua criatividade. Mesmo que seja uma recepção simples, ela não precisa ser feia. Dê uma pesquisada na internet e veja inúmeras possibilidades de decoração de mesas simples, mas, ao mesmo tempo, muito charmosas.

Mesa do bolo do meu casamento

Mesa principal do meu chá-de-lingerie

Mesa para os convidados se servirem

Este é o ponto mais alto da sua festa. Nesta mesa, deverão ficar os comes e bebes, os copos, os pratos e os talheres. Você pode deixar que os convidados se sirvam livremente e peguem os pratos e talheres nesta mesa ou deixá-los em cima da mesa que vão utilizar para fazerem a refeição. Fica a seu critério ou ao tipo do seu evento.

Crédito: Casando Sem Grana

Crédito: Consultora Karyne D’Avila

Mesa a qual os convidados vão se sentar

Neste caso, pode ser uma mesa bem grande ou mesas pequenas. Nesta mesa, ficarão os copos, os pratos e os talheres (se o seu evento assim o pedir), um centro de mesa bonito, uma lembrancinha, etc. Aqui, vale utilizar as regras de etiqueta que já demos aqui no blog!

É aqui que os convidados vão comer e conversar.

Crédito: Say I Do

Crédito: Do Ventre Nasce um Coração

Outras mesas

Você também pode adicionar outras mesas a seu critério como a mesa com o livro de recados para os noivos, uma mesa só para doces, uma mesa para o café, uma só para lembrancinhas, etc. É claro que temos que saber que menos é sempre mais. Então, cuidado para não exagerar!

Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado do post de hoje!

Beijinhos