17/05/2017
  • Casamento

Tendências de vestidos de noiva de 2017

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Maio é o mês das mamães, mas também é considerado o mês das noivas, mesmo que muitas delas estejam preferindo se casar em outros meses (dizem que setembro é o novo mês das noivas por causa da chegada da primavera). Para marcar este mês, resolvi fazer uma série de posts dedicados aos noivos porque não é só a noiva que se preocupa com o casamento!

A grande maioria das noivas se preocupa com uma coisa que será importantíssima no casamento: o vestido! Como escolher o vestido ideal? São tantas opções lindas por aí no mercado! Para sanar esta questão, vejam aqui algumas dicas e tendências deste ano para escolher o seu vestido:

Considere o seu tipo de corpo

Cada mulher tem um tipo de corpo de diferente da outra. Não é porque um determinado tipo de vestido ficou bonito na sua amiga que ficará no seu corpo. Estes são os tipos de corpos existentes:

Corpo retângulo

Para quem tem um corpo retangular, é interessante optar por modelos que marquem a cintura, um modelo evasê ou estilo princesa. Exemplos:

Crédito: Disney Weddings

Crédito: Disney Weddings

Desfile Pronovias 2017

Corpo pera

Para quem tem corpo estilo pera, aposte em saias mais soltas e em modelos evasê. Destaque a parte superior do seu corpo com bordados, decotes e pedrarias.

Crédito: Pronovias

Crédito: Pronovias

Corpo oval

Para quem tem corpo tipo oval, opte também por modelos evasê e saia em A. Marque a cintura para deixá-la ainda mais linda.

Crédito: Pronovias

Crédito: Pronovias

Corpo triângulo invertido

Para quem tem o corpo triângulo invertido, é interessante investir em saias tipos A cheias de camadas para valorizar a parte de baixo do vestido. Evite modelos retos e sereia!

Crédito: Pronovias

Crédito: Pronovias

Corpo ampulheta

Este é o estilo mais democrático de corpo. Se estiver com tudo em cima, use e abuse dos modelos em A, evasês, sereia, etc. Só não utilize modelos com cintura baixa. Veja abaixo as tendências deste ano:

Crédito: Disney Weddings

Crédito: Disney Weddings

Bom, pessoal, estas são as dicas das tendências deste ano. Espero que tenham gostado do post de hoje e acompanhe-nos esta semana especial de casamento!

Beijinhos

                   
                                         
                   
15/05/2017
  • Casa

Quadro Porta-rolhas

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Está na moda um quadrinho que está virando a sensação do momento nas cozinhas e nas salas de jantar. Trata-se do quadro porta-rolhas. Conforme você vai bebendo as suas garrafas de vinho, você pode eternizar os bons momentos guardando as rolhas no quadro. Legal, né?

O Elton e eu compramos o nosso no Atelier Monte Verde quando fomos para a cidade. Lá, você pode personalizar o seu quadro ou comprá-lo como está. Nós pedimos para adicionar a frase: “Mais uma rolha, menos uma garrafa!”. Ficou muito charmoso. Vejam como ficou o nosso quadro:

Algumas rolhas são de cortiça. Outras, não…

Algumas inspirações

Se você também gosta desses quadros porta-rolhas, dê uma olhadinha na seleção que separamos para vocês:

Crédito: Leroy Merlin

Para amantes de vinho e cerveja. Crédito: Lojas Americanas

Crédito: Imaginarium

Crédito: Mercado Livre

E aí, gostaram das inspirações? É um mais lindo que o outro!!

Beijinhos e até a próxima!

                   
                                         
                   
14/05/2017
  • Prazer em receber

Estrogonofe de frango flambado

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Para quem acompanha o meu Instagram, eu coloquei uma foto do estrogonofe de frango flambado que o Elton e eu fizemos na quarta-feira. Ficou muito gostoso! Por isso, resolvi compartilhar a receita aqui no blog com vocês. Vamos à ela?

Ingredientes

  • 300 g de filés de frango cortados em cubos
  • 1 pacote ou lata de molho de tomate
  • 1 dente de alho
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • Curry a gosto
  • Páprica picante a gosto
  • Azeite para dourar
  • 1 cálice de conhaque
  • 3 colheres (sopa) de requeijão

Modo de fazer

Tempere os filés de frango com o sal, o curry e a páprica picante. Reserve.

Em uma panela, frite o alho no azeite até obter uma aparência dourada. Coloque o frango na panela e frite-o até ficar douradinho. Jogue o cálice de conhaque em cima do frango. Com muito cuidado (essa parte eu deixei para o Elton porque sou medrosa mesmo), acenda um palito de fósforo e jogue-o em cima do conhaque. O fogo acenderá. Deixe o frango queimar um pouco. O álcool irá evaporar e, consequentemente, o fogo também será apagado. Mexa devagar para incorporar o restante do conhaque.

Acrescente o molho de tomate e cozinhe por cerca de 10 minutos. Desligue o fogo e acrescente o requeijão. Mexa até ficar assim:

Um franguinho na panela

Sirva o estrogonofe com arroz branco, batata-palha e vinho branco ou rosé.

E aí? Gostaram da receita de hoje? Espero que sim!

Beijinhos e bom domingo!

                   
                                         
                   
13/05/2017
  • Casamento

Como homenagear pessoas que já faleceram no casamento

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Como vocês sabem, a minha mãe faleceu em março de 2007. Quando me casei, quis, de alguma forma, poder homenageá-la no meu casamento. Além da tradicional retrospectiva, colocamos algumas fotos dela com o meu pai na decoração da festa.

Meus pais no casamento deles e meus avós paternos

Homenagem no buquê

Uma das formas mais lindas que eu encontrei de homenageá-la foi colocar um pingente com foto no meu buquê. Mandei fazer um pingente em aço com uma foto nossa e pedi para a floricultura pendurá-lo no meu buquê. Ficou lindíssimo! Vejam as fotos:

Visão do buquê

Esta foto é da minha formatura

Algumas inspirações

Assim, resolvi reunir algumas inspirações para você também poder homenagear pessoas queridas que já faleceram. Vejam abaixo a seleção de fotos:

Crédito: Casando Sem Grana

Crédito: Casar é um barato. Nesta foto, os noivos estão acendendo uma vela para homenagear seus entes queridos.

Este colar de madrepérolas era da minha mãe. Resolvi utilizá-lo para compor o meu look de noiva para dar sorte ao meu casamento.

Crédito: Arte e Casamento. Homenagem do noivo aos seus entes queridos.

Crédito: Por Toda Vida. Dedique as primeiras cadeiras da cerimônia aos seus entes queridos.

Crédito: Eu Faço a Festa. Coloque alguma coisa que o ente querido gostava no casamento e peça para que os convidados o copiem.

Bom, pessoal, estas são as minhas dicas. Espero que tenham gostado do post de hoje! Se alguém tiver mais alguma sugestão, por favor, coloque-a aqui nos comentários.

Beijinhos!

                   
                                         
                   
12/05/2017
  • Direito

Estabilidade da gestante no emprego

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Há um tempo atrás, conversei um pouco com vocês sobre licença-maternidade e licença-maternidade homoafetiva. Hoje, vou falar um pouquinho sobre a estabilidade da gestante. A gestante tem direito à estabilidade no emprego por cinco meses desde a confirmação da gravidez até 5 meses após o parto por determinação expressa do artigo 10, II, “b”, do Ato das Disposições Transitórias, que dispõe o seguinte:

Art. 10 – Até que seja promulgada a Lei Complementar a que se refere o artigo 7º, I da Constituição:
I – (…)
II – fica vedada a dispensa arbitrária ou sem justa causa:
a) (…)
b) da empregada gestante, desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto.

Empregadas temporárias e servidoras públicas

Essa determinação também vale para as empregadas temporárias e servidoras públicas concursadas e comissionadas por entendimentos do Supremo Tribunal Federal. Um exemplo é o acórdão do Recurso Extraordinário nº 634.093-DF, proferido pelo Relator Ministro Celso de Mello, que dispõe o seguinte:

“(…) As gestantes – quer se trate de servidoras públicas, quer se cuide de trabalhadoras, qualquer que seja o regime jurídico a elas aplicável, não importando se de caráter administrativo ou de natureza contratual (CLT), mesmo aquelas ocupantes de cargo em comissão ou exercentes de função de confiança ou, ainda, as contratadas por prazo determinado, inclusive na hipótese prevista no inciso IX do art. 37 da Constituição, ou admitidas a título precário – têm direito público subjetivo à estabilidade provisória, desde a confirmação do estado fisiológico de gravidez até cinco (5) meses após o parto (ADCT, art. 10, II, “b”), e, também, à licença-maternidade de 120 dias (CF, art. 7º, XVIII, c/c o art. 39, § 3º), sendo-lhes preservada, em consequência, nesse período, a integridade do vínculo jurídico que as une à Administração Pública ou ao empregador, sem prejuízo da integral percepção do estipêndio funcional ou da remuneração laboral (…)”.

Então, assim que a empregada obtiver o resultado do exame que confirme a gravidez, é preciso que ela informe o Departamento de Recursos Humanos da empresa para garantir o direito à estabilidade.

Bom, é isso, pessoal! Espero que tenham gostado do post de hoje!

Beijinhos