Brisa da Tarde | Curtindo a Vida em Família

Serras Gaúchas: últimas impressões

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, é o último texto sobre a nossa viagem para as Serras Gaúchas. Este texto vai ser basicamente explicando o que deu certo e o que não deu. 'Bora lá?


1) Programando e desprogramando passeios

Eu fiquei responsável por organizar essa viagem. Então, passei meses visitando blogs, canais no YouTube, ouvindo podcasts especializados e conversando com pessoas que moraram lá para poder montar o melhor roteiro para a minha família.

Consegui montar um roteiro bem legal com passeios variados. Só que, quando a gente viaja com crianças pequenas, tudo pode mudar, pois a criança pode não ter dormido à noite (estranhou o lugar), pode ter feito birras, pode não ter gostado, etc. Sentimos isso na pele.

A Micaela, nos primeiros dias de hospedagens, estranhou muito os lugares. Tivemos muita dificuldade em colocá-la para dormir, sendo que, em casa, ela dormia na cama dela normalmente.

Outra dificuldade que tivemos foi fazer passeios de adulto com ela. Um exemplo foi a visita à Casa Valduga. O Elton e eu estávamos empolgados em visitar a vinícola e degustar alguns vinhos, mas a Micaela não deixou. Quis ficar correndo na vinícola, chorou muito, fez cocô fora de hora, etc. Foi bem tenso!

No almoço da Casa Valduga!

Por isso, é importante que vocês façam um roteiro, mas saibam que ele não será seguido à risca todos os dias!


2) Itens mais usados

Muitos itens que levamos nos ajudaram muito. Recomendo vocês levarem (ou alugarem) os seguintes itens nas suas viagens com crianças pequenas:

  • Carrinho de bebê;
  • Mochila reforçada com os itens da criança;
  • Tablet carregado. Não se esqueça de baixar alguns vídeos quando tiver internet;
  • Um bichinho de pelúcia;
  • Lanchinhos rápidos como frutas, sucos e pãezinhos com frios;
  • Uma boa quantidade de fraldas. Parece bobo, mas tivemos dificuldades de encontrar as fraldas da Micaela no sul;
  • Muitas mudas de roupas.

3) Cuidado com os horários dos passeios e seus términos

Outra dica também é se atentar aos horários dos passeios e dos jantares. Como a cidade ainda estava no clima do Natal Luz, eu quis fazer todos os passeios natalinos possíveis.

Então, comprei ingressos para o teatro que começaria às 21 horas. Aqui em casa, a Micaela já está se preparando para dormir nesse horário. Conclusão: ela não nos deixou assistir ao espetáculo porque estava com sono!

Estamos só os dois porque a Micaela estava dormindo do nosso lado!

Alguns jantares também foram meio difíceis.

Então, comecei a levar na mochila dela um pijama, escova e pasta de dentes. Assim, quando ela começava a ficar com sono, eu já colocava o pijama nela e escovava os dentes dela. Aí, era só andar de carro e ir direto para a cama. Fizemos muito isso!


4) Vários passeios no mesmo dia

Que as Serras Gaúchas são encantadoras, todo mundo sabe! Então, a gente quer aproveitar o lugar ao máximo. Só que isso não dá para ser feito de uma vez. A criança precisa de um descanso no meio da tarde ou logo após o almoço.

Uma dica que eu dou é conhecer algum lugar de carro enquanto a criança dorme e retornar a ele depois, se vocês tiverem tempo. Não dá para exigir tudo da criança!


5) Tirando uns dias de folga

Como a nossa viagem foi longa, nós tiramos vários dias de folga. Sabe aqueles dias que você simplesmente não quer fazer nada? Pois é…

Nós abastecemos a geladeira com itens de café-da-manhã. Pedimos muito delivery e aproveitamos para descansar. Isso é importante para reabastecer para os próximos dias.


6) Faça passeios lúdicos

Os passeios lúdicos são muito importantes para a criança. Um passeio que deu certo foi a visita ao Gramado Zoo para que a Micaela pudesse ver os bichinhos de perto.

Outro passeio legal é o Mini Mundo, mas não exatamente as miniaturas, mas sim o espaço de brincar que existe lá em cima. O problema é terminar o passeio! kkk

Espaço lúdico do Mini Mundo

A criança não deve ser deixada de fora dos passeios adultos. Crie momentos, verifique se o local tem algum brinquedo para ela, etc. O importante é estar em família e curtir esse tempinho da criança que passa tão rápido!


Bom, pessoal, é isso! Espero que tenham gostado de todos os textos que eu postei sobre a viagem! Fiquem à vontade para nos mandarem mais dicas!

Beijinhos

Comente

comments

Serras Gaúchas: Castelinho Caracol e Centro de Gramado
Serras Gaúchas: nosso tour de compras
Serras Gaúchas: jantamos na Pizzaria Kongo
Acompanhe as nossas notícias

Assine

Close