31/03/2017
  • Assuntos diversos

Uma tarde na biblioteca…

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Desde pequena, eu comecei a ter contatos com livros. Minha mãe era professora de Língua Portuguesa e eu me lembro de que ela me trazia diversos livros infantis. Era um mais lindo que o outro. Minhas grandes paixões eram a Biblioteca do Escoteiro Mirim da Disney e os gibis da Turma da Mônica. Aprendi a ler com esses livros.

Crédito: Mercado Livre

Crédito: Mercado Livre

Depois de um tempo, comecei a descobrir outros livros. Li alguns livros da Coleção Vagalume na época da escola como As Aventuras de Xisto, A Ilha Perdida e Na Mira do Vampiro. Eram livrinhos legais, mas, quando a leitura é obrigatória, ela perde um pouco a graça. Não que os livros não fosse bons, mas tudo que é obrigatório não é gostoso!

Por isso, acredito que nunca me interessei pelos livros clássicos de Literatura. Passava longe de Machado de Assis, Eça de Queiroz, Graciliano Ramos, entre outros autores consagrados da nossa história. Infelizmente, não consegui encontrar prazer ao ler esses autores. As escolas deveriam incentivar os alunos a lerem mais, mas não como obrigação porque acredito que traumatiza as crianças. A leitura tem que ser prazerosa para transformar os alunos em leitores assíduos!

Quando eu posso, eu incentivo a minha sobrinha de 6 anos (quase 7) a ler. Compro diversos livros infantis e dou de presente para ela. No aniversário dela do ano passado, dei de presente para ela uma coleção linda de histórias de contos de fadas da Turma da Mônica. Ela me disse o seguinte: “ah, tia, livro de novo?”. Sim, livro de novo! Só que, quando vou visitá-la, eu vejo esses livros passeando pela casa. Aí, ela vem me dizer: “tia, eu li de novo aquele livro que você me deu!”. São essas atitudes que me movem a continuar dando os livros para ela de presente!

Quando eu tinha 15 anos, encontrei o livro Os Goonies nas coisas das minhas irmãs. Acredito que esse foi o primeiro livro que eu li com vontade de ir até o final.

Crédito: Ah, e por falar nisso…

A partir daí, virei realmente uma leitora assídua! Não podia mais ver um livro que me chamasse a atenção na biblioteca ou na livraria que não quisesse ler. Eu me lembro de passar tardes na biblioteca da faculdade escolhendo um livro bem legal para eu levar para casa para devorar no final de semana. Era muito gostoso!

Já li tantos livros que já nem sei mais seus títulos e suas histórias, mas existem vários que são meus queridinhos e que não saem na minha biblioteca por nada. São eles:

  • Coleção Harry Potter;
  • Coleção O Diário da Princesa;
  • De Volta para o Futuro;
  • Assassinatos na Academia Brasileira de Letras;
  • O Homem que Matou Getúlio Vargas;
  • Coleção Dan Brown;
  • Prenda-me se for Capaz;
  • Coleção André Luiz.

Vocês podem ver que os gêneros de que eu mais gosto são ficção, fantasia e mistério. Adoro livros que nos prendem desde o começo. Se o começo não for interessante, é muito difícil conseguir terminá-lo.

Livros

Costumo dizer que os livros nos fazem viajar para lugares inimagináveis sem mesmo sairmos do lugar. Acredito que isso é um pouquinho de mágica que o nosso pensamento nos dá de presente para podermos sair um pouco do mundo real! É saudável e gostoso!

Bom, pessoal, é isso! Quais são os livros das vidas de vocês? Comentem aqui embaixo!

Um grande beijo e bom final de semana a todos!

Comente

comments

                
 

1 Comentário

Deixe o seu comentário!

CommentLuv badge